Cadastro bem-sucedido!
Por favor, siga o link da mensagem enviada para
 - Sputnik Brasil, 1920
Notícias do Brasil
Notícias sobre política, economia e sociedade do Brasil. Entrevistas e análises de especialistas sobre assuntos que importam ao país.

Bolsonaro 'sai do sério' com declaração de Mourão sobre troca nas Forças Armadas

© Foto / Marcos Corrêa / Palácio do PlanaltoO presidente Jair Bolsonaro durante a transmissão de cargo para o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, em 21 de março de 2019
O presidente Jair Bolsonaro durante a transmissão de cargo para o vice-presidente da República, Hamilton Mourão, em 21 de março de 2019 - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2021
Nos siga no
O presidente Jair Bolsonaro não gostou nada da declaração do vice-presidente Hamilton Mourão sobre a crise no Ministério da Defesa e nas Forças Armadas do Brasil.

Após as trocas realizadas no ministério, Mourão disse nesta quarta-feira (31) que não há chance de "ruptura institucional". Segundo o vice-presidente, "as Forças Armadas vão se pautar pela legalidade, sempre", não importa quem sejam os comandantes do Exército, Marinha e Aeronáutica.

Segundo o colunista Lauro Jardim, do jornal O Globo, Bolsonaro "saiu do sério" com esta declaração. Uma fonte em Brasília disse a Jardim que Bolsonaro deveria, inclusive, agradecer a Mourão.

"O Mourão fala muito, mas é leal. Não fez um movimento desleal. Se quisesse se movimentar contra o Bolsonaro, ia ser muito ruim para o presidente", publicou o colunista nesta quinta-feira (1º), citando uma fonte em Brasília.
© REUTERS . Adriano MachadoPresidente Jair Bolsonaro fala com o vice-presidente Hamilton Mourão na tomada de posse de Eduardo Pazuello como novo ministro da Saúde
Bolsonaro 'sai do sério' com declaração de Mourão sobre troca nas Forças Armadas - Sputnik Brasil, 1920, 01.04.2021
Presidente Jair Bolsonaro fala com o vice-presidente Hamilton Mourão na tomada de posse de Eduardo Pazuello como novo ministro da Saúde

Não é a primeira vez que Bolsonaro e Mourão se desentendem. Em 27 de janeiro, o vice-presidente sinalizou que alguns ministérios poderiam sofrer troca nos comandos, dando ênfase à situação do agora ex-ministro Ernesto Araújo: "Talvez alguns ministros sejam trocados, entre eles o das Relações Exteriores".

No dia seguinte, Bolsonaro saiu em defesa de seu chanceler, dizendo que o ministro "faz as relações públicas com o mundo todo".

A troca no comando das Relações Exteriores – e também em outras cinco pastas – acabou sendo efetivada nesta semana. O embaixador Carlos Alberto Franco França, diplomata de carreira que estava na assessoria especial da presidência, é o novo chanceler brasileiro.

Feed de notícias
0
Antigas primeiroRecentes primeiro
loader
AO VIVO
Заголовок открываемого материала
Para participar da discussão
inicie sessão ou cadastre-se
loader
Bate-papos
Заголовок открываемого материала