10:29 18 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Militares americanos e rebeldes do Maghaweer al-Thawra, apoiado pelos EUA, em Al Tanf, no sul da Síria, em 23 de maio de 2017

    Pentágono: EUA vão retirar todas as tropas do norte da Síria devido à ofensiva turca

    © AP Photo / Hammurabi's Justice News
    Oriente Médio e África
    URL curta
    17440
    Nos siga no

    Mark Esper, secretário de Defesa dos Estados Unidos disse em entrevista ao canal de TV CBS que as tropas americanas remanescentes no norte da Síria serão retiradas da área, após ordem de Trump.

    O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ordenou a retirada de todas as tropas americanas que se encontram no norte da Síria, devido à ofensiva turca na região, disse o secretário de Defesa dos EUA e chefe do Pentágono, Mark Esper.

    Ainda de acordo com Esper, as tropas não deixarão completamente a Síria, sendo transferidas mais para sul.

    A retirada do contingente restante, cerca de 1.000 militares, deverá ser feita "da forma mais segura e mais rápida possível", disse Mark Esper ao canal de TV CBS News.

    O remanejo de tropas ocorre uma semana após o presidente Trump ter anunciado o deslocamento de dezenas de tropas americanas incorporadas às forças curdas, o que abriu caminho para uma ofensiva turca contra as Forças Democráticas da Síria (FDS), o maior aliado dos EUA na luta contra o Daesh (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países).

    "Nas últimas 24 horas, ficamos sabendo que [os turcos] provavelmente querem estender seus ataques mais para sul do que planejaram no início, e também para oeste", declarou Esper.

    O secretário de Defesa ainda falou sobre a complexa situação em que as tropas dos EUA se encontram devido aos combates entre as forças turcas e curdas.

    "As tropas remanescentes no país ficaram entre dois exércitos oponentes que estão avançando, é uma situação insustentável. [...] Eu falei com o presidente nesta noite e, depois de discutirmos o assunto com o resto da equipe de Segurança Nacional, ele ordenou que começássemos uma retirada deliberada das forças do norte da Síria", acrescentou a autoridade.

    Anteriormente, os Estados Unidos acusaram a Turquia de atacar deliberadamente suas posições na Síria. Desde então, o Pentágono tem expressado preocupação com seus militares na região.

    Mais:

    Chanceler turco: Ancara comprou S-400 russo por não querer ser uma eterna pedinte na OTAN
    Cerca de 20 mil curdos protestam na Alemanha contra operação turca na Síria
    Turquia condena declaração da Liga Árabe sobre a operação na Síria
    Tags:
    Síria, Pentágono, Donald Trump, Forças Armadas dos EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar