19:06 17 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    3331
    Nos siga no

    A Venezuela e a Rússia concordaram com o fornecimento e produção da vacina Sputnik V no país sul-americano ainda durante o primeiro trimestre de 2021, informou a vice-presidente Delcy Rodríguez nesta quinta-feira (14).

    O acordo foi firmado entre o governo da Venezuela e o Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo). Rodríguez anunciou o acordo pelo Twitter.

    ​Seguindo as instruções do presidente @NicolasMaduro, realizamos uma reunião de trabalho por videoconferência com o presidente e o vice-presidente do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RDIF), para o fornecimento e a produção da vacina #SputnikV na Venezuela, no primeiro trimestre do ano.

    Nesta quarta-feira (13), o governo venezuelano já havia anunciado o registro da vacina russa para uso emergencial na Venezuela, como parte de uma cooperação estratégica com a Rússia.

    No mês de novembro, Caracas e Moscou assinaram um acordo para a aquisição de dez milhões de doses do imunizante russo.

    A Venezuela participa da terceira fase dos testes clínicos da Sputnik V: dos 2 mil voluntários, 1,5 mil receberão a vacina, enquanto os outros 500 receberão uma injeção com placebo.

    O RFPI informou nesta quarta-feira (13) que dez milhões de doses da Sputnik V serão disponibilizadas ao Brasil ainda no primeiro trimestre deste ano. Além disso, o uso emergencial da vacina russa no Brasil será pedido ainda nesta semana, segundo o RFPI.

    Países como Argentina, Bolívia, Argélia, Sérvia e Palestina já aprovaram o uso emergencial do imunizante. Mais de 1,5 milhão de pessoas já foram vacinadas com a Sputnik V no mundo até esta quarta-feira (13). A eficácia da Sputnik V é superior a 90%, com proteção total contra casos graves de COVID-19.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Cientistas apresentam prognóstico sobre futuro da COVID-19 nos próximos 10 anos
    ONU pede a Israel que vacine palestinos contra COVID-19 em Gaza e Cisjordânia
    Papa Francisco e Bento XVI recebem 1ª dose de vacina contra COVID-19 no Vaticano
    Venezuela acusa mídias nacionais de receberem dinheiro do exterior e as fecha, diz portal
    Exercícios militares dos EUA com Guiana mostram agressão contra Venezuela, segundo congressista
    Tags:
    vacinação, vacina, Sputnik V, Rússia, Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI), Delcy Rodríguez, Nicolás Maduro, Venezuela, pandemia, vírus, novo coronavírus, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar