15:33 20 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)
    0331
    Nos siga no

    O Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) anunciou nesta quarta-feira (13) que a Venezuela aprovou o uso emergencial da vacina Sputnik V contra COVID-19.

    O uso emergencial da Sputnik V foi aprovado em vários países, incluindo Argentina, Bolívia, Argélia, Sérvia e Palestina.

    Em nota, o RFPI disse que a vacina será fornecida para a Venezuela através de parceiros internacionais na Índia, China, Coreia do Sul e outros países.

    "Saudamos a decisão do Ministério da Saúde da Venezuela de aprovar o uso da Sputnik V — uma vacina segura e eficaz para prevenir a disseminação do novo coronavírus", afirmou Kirill Dmitriev, diretor-geral do RFPI.

    O Ministério da Saúde da República Bolivariana da Venezuela registra a vacina #SputnikV sob o procedimento de autorização de uso emergencial.

    Vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, recebe o primeiro lote da vacina Sputnik V
    © Foto / Assessoria de imprensa do Fundo Russo de Investimentos Diretos
    Vice-presidente da Venezuela, Delcy Rodríguez, recebe o primeiro lote da vacina Sputnik V

    Mais cedo, o  RFPI informou que vai entrar com o pedido de autorização para uso emergencial da Sputnik V no Brasil ainda esta semana.

    "A Sputnik V é uma parte importante dos portfólios de vacinas de vários países latino-americanos agora, e esperamos mais parcerias de vacinas na região nas próximas semanas", completou Dmitriev.

    Mais de 1,5 milhão de pessoas já foram vacinadas com a Sputnik V no mundo até esta quarta-feira (13). A eficácia da Sputnik V é superior a 90%, com proteção total contra casos graves de COVID-19.

    Tema:
    Coronavírus no mundo em meados de janeiro de 2021 (81)

    Mais:

    Palestina se torna 1º país a registrar Sputnik V no Oriente Médio
    México pode usar até 24 milhões de doses da vacina russa Sputnik V
    Sputnik V e Sputnik Light: médico russo explica diferença entre vacinas
    Cosmonautas russos recebem doses da Sputnik V antes de missão para EEI
    México corre para autorizar uso da Sputnik V
    Tags:
    COVID-19, Venezuela, Sputnik V, vacina, vacinação, imunidade, imunização, imunizante, novo coronavírus, pandemia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar