23:23 30 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)
    0 120
    Nos siga no

    O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou neste domingo (15) que seu país garantirá 10 milhões de doses da vacina Sputnik V contra a COVID-19 para 2021.

    Em uma atividade com sua equipe de governo transmitida pela emissora estatal Venezolana de Televisión (VTV), o chefe de Estado também indicou que seu país produzirá a vacina russa contra a COVID-19.

    "O governo bolivariano garantiu 10.000.000 de vacinas para o povo venezuelano, a vice-presidente executiva, Delcy Rodríguez, manteve encontro com representantes da vacina Sputnik V em Moscou, Rússia", afirmou o presidente. 

    Jornada de trabalho para apresentar o Balanço da Luta contra a COVID-19, dentro da aplicação do método 7+7 Plus.

    Além de fazer um balanço sobre a situação da pandemia no país, Nicolás Maduro disse hoje (15) que espera poder visitar a Rússia em breve.

    "Obrigado Rússia por receber a vice-presidente [Delcy Rodriguez] de braços abertos […] Espero que, nos próximos dias, eu vá a Moscou […] para ver nosso irmão [o presidente da Rússia] Vladimir Putin", disse Maduro, segundo a VTV.

    Delcy Rodriguez, por sua vez, disse na sexta-feira (13) que Putin e Maduro se encontrariam em dezembro.

    "O formato da reunião será determinado mais tarde", disse Rodriguez durante sua visita a Moscou.

    Tema:
    Pandemia de COVID-19 no mundo em meados de novembro (90)

    Mais:

    Após compra de 25 milhões de doses da Sputnik V, Argentina tem ressaltada parceria com Rússia
    OMS pode incluir Sputnik V na lista de vacinas recomendadas em situações emergenciais
    Seul fecha acordo para produzir 150 milhões de doses da vacina russa Sputnik V por ano
    Tags:
    COVID-19, Sputnik V, Rússia, Venezuela
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar