20:14 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Rússia
    URL curta
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)
    5390
    Nos siga no

    As vacinas contra a COVID-19 das empresas farmacêuticas dos EUA custarão cerca de US$ 40 por pessoa, já a vacina russa terá um preço muito mais competitivo.

    A vacina Sputnik V terá um preço "muito inferior" ao das vacinas da Pfizer e Moderna, informou no domingo (22) a conta oficial da vacina russa no Twitter.

    Traduzindo a linguagem farmacêutica: o preço anunciado da Pfizer de US$ 19,50 [R$ 104] e Moderna de US$ 25-37 [R$ 134 a R$ 199] por dose na verdade significa que seu preço [é] de US$ 39 [R$ 209] e US$ 50-74 [de R$ 269 a R$ 398] por pessoa, respectivamente. São necessárias duas doses por pessoa para as vacinas Pfizer, Sputnik V e Moderna. O preço da [vacina russa] Sputnik V será muito mais baixo.

    "O preço da Sputnik V será anunciado na próxima semana, fiquem atentos!" disse um porta-voz do Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI, na sigla em russo) no domingo (22).

    No sábado (22) Stephane Bancel, diretor-executivo da empresa farmacêutica norte-americana Moderna anunciou ao jornal alemão Welt am Sonntag que o preço da vacina variaria entre US$ 25 (R$ 134) e US$ 37 (R$ 199), dependendo da quantidade pedida.

    A União Europeia, por sua vez, disse que estava em conversações com a Moderna para obter milhões de doses por um preço inferior a US$ 25 (R$ 134), com Bancel afirmando que deveriam conseguir um acordo em alguns dias.

    Recentemente, a Pfizer e a Moderna revelaram que suas vacinas estavam mostrando alta eficácia nos testes.

    Tema:
    COVID-19 no mundo no fim de novembro (67)

    Mais:

    Ministério da Saúde russo: fase 3 dos testes da Sputnik V mostra eficiência extremamente elevada
    EUA terão 40 milhões de doses de vacina contra COVID-19 em janeiro, diz secretário
    Pfizer conclui teste de vacina contra a COVID-19 com efetividade de 95%
    Tags:
    Welt am Sonntag, Twitter, Fundo Russo de Investimentos Diretos (RFPI), Pfizer, COVID-19, Sputnik V, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar