Mídia: soldados da Guarda Nacional da Ucrânia protestam contra Kiev

Os soldados da Guarda Nacional da Ucrânia organizaram uma manifestação e partiram a pé em direção a Kiev, cantando slogans contra o presidente Poroshenko, relata o jornal ucraniano Zerkalo Nedeli (Espelho da Semana).

A fonte do jornal relata que, durante alguns dias, os recrutas exigiam que a liderança pagasse os salários, que os soldados não recebiam durante muito tempo. Os soldados da Guarda Nacional também exigiram roupas de inverno e que os soldados fossem tratados "como seres humanos, e não como gado".

"Vamos ao presidente para descobrir quando finalmente seremos enviados à reserva, porque já servimos o nosso ano... Em 8 de outubro, expiraram estes (adicionais) seis meses, ninguém nos explica as razões pelas quais continuamos no serviço de emergência", declarou um dos soldados ucranianos ao canal de televisão 112 Ucrânia.

Segundo a fonte, os soldados pretendem obter a demissão dos comandantes de unidades militares que permitiram que tal situação ocorresse.