05:57 01 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    3215
    Nos siga no

    Situação atual no Afeganistão está piorando cada vez mais, disse nesta sexta-feira (16) o ministro das Relações Exteriores da Rússia, Sergei Lavrov.

    "Infelizmente, nos últimos dias, temos testemunhado uma rápida degradação da situação [...]", disse o chanceler russo na sessão plenária da conferência "Ásia Central e Sul Asiático. Interdependência Regional: Desafios e Oportunidades".

    O diplomata relacionou a situação com a retirada das tropas norte-americanas do Afeganistão.

    Em sua opinião, existe o risco de "alastramento da instabilidade aos países vizinhos". Além disso, a crise afegã intensifica a ameaça terrorista e o problema do tráfico de drogas, o qual, sublinha, atingiu um nível sem precedentes.

    "Os americanos saíram, conforme confirmou o presidente [dos EUA Joe] Biden, porque consideraram sua missão cumprida. É claro, ele tentou apresentar a situação no tom mais positivo possível, mas todos entendem que a missão falhou. Isto é admitido abertamente, inclusive nos próprios Estados Unidos", disse Lavrov aos jornalistas.

    Moscou é a favor não só de um diálogo ativo entre os lados do conflito, mas também de novos formatos de negociações, disse em conclusão Sergei Lavrov.

    O Afeganistão enfrenta um confronto entre forças governamentais e militantes do movimento Talibã (organização terrorista proibida na Rússia e em vários outros países). O Talibã estabeleceu o controle sobre grandes territórios nas regiões rurais e começou uma ofensiva contra as principais cidades. 

    A instabilidade aumenta em meio às promessas das autoridades americanas de retirar seu contingente militar do solo afegão até 31 de agosto próximo.

    O diretor do Segundo Departamento da Ásia do MRE russo, Zamir Kabulov, considera que a guerra pode durar mais dois meses, no entanto os militantes não conseguirão tomar todo o país, mesmo que já tenham ocupado quase metade dos distritos.

    Mais:

    Afeganistão deixado por tropas dos EUA: avanço do Talibã
    EUA vão ajudar a evacuar e realocar afegãos que auxiliaram Washington na guerra do Afeganistão
    Ex-presidente dos EUA George W. Bush diz que retirada de forças do Afeganistão 'é um erro'
    Tags:
    EUA, tropas, retirada, Sergei Lavrov, Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar