13:16 04 Agosto 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    0 532
    Nos siga no

    Para a Rússia, é inaceitável que os EUA transfiram tropas do Afeganistão para países vizinhos, advertindo Washington contra tais ações, declarou o vice-chanceler russo Sergei Ryabkov.

    "Gostaria de salientar que para nós é inadmissível a deslocação da presença militar permanente dos EUA para países vizinhos do Afeganistão. Isso tem sido dito aos americanos aberta e francamente", disse Ryabkov à revista Mezhdunarodnaya Zhizn.

    O diplomata disse ainda que a deslocação de tropas americanas para os países fronteiriços do Afeganistão "alteraria muito" as relações da Rússia com os EUA.

    "Nós os advertimos contra esse tipo de ações", acrescentou Ryabkov, salientando que a Rússia está discutindo essa questão com seus aliados da Ásia Central e com outros países da região.

    Rússia e EUA estão em contato estreito sobre a situação no Afeganistão

    O vice-chanceler russo detalhou que Moscou e Washington mantêm estreito contato em relação à situação no Afeganistão.

    "As consequências disso [da retirada das tropas do Afeganistão] têm diversas dimensões. Nós estamos discutindo tudo isso com os americanos e estabelecemos canais de diálogo com eles sobre este assunto a vários níveis", afirmou.

    Base área de Bagram utilizada pelos EUA no Afeganistão
    © Sputnik / Zahra Syas
    Base área de Bagram utilizada pelos EUA no Afeganistão

    Atualmente no Afeganistão as forças do governo local estão combatendo com militantes do movimento Talibã (organização terrorista, proibida na Rússia e em vários outros países), que tomou grandes territórios em áreas rurais do país e lançou uma ofensiva contra as principais cidades.

    Recentemente houve informações de que o aeroporto de Cabul, capital afegã, foi equipado com um sistema de defesa antiaérea para interceptar foguetes, enquanto o Talibã avança com uma ofensiva violenta por todo o país.

    Em 8 de julho o presidente dos EUA Joe Biden afirmou que o país vai terminar a retirada das tropas do Afeganistão até 31 de agosto.

    Mais:

    Militar dos EUA: Rússia ajudaria a trazer ordem ao Afeganistão após saída de forças norte-americanas
    Talibã afirma que controla maior parte do Afeganistão, em meio à retirada das forças dos EUA
    Afeganistão rejeita relatos que Índia fornece armas a suas forças como ajuda no combate ao Talibã
    Tags:
    Rússia, Sergei Ryabkov, Guerra no Afeganistão, Tajiquistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar