15:58 06 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    240
    Nos siga no

    O Irã saúda a mudança de retórica da sua vizinha Arábia Saudita em relação ao país, afirmou nesta quinta-feira (29) o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores iraniano, Saeed Khatibzadeh.

    O comentário foi em resposta a uma declaração dada pelo príncipe herdeiro saudita, Mohammed bin Salman, que, na última terça-feira (27), disse que o reino queria ter boas relações com Teerã. Ao mesmo tempo, destacou que Riad estaria trabalhando com parceiros regionais e globais para encontrar uma solução para seus problemas com o Irã. 

    ​"Ao apresentar propostas e iniciativas para o diálogo e a cooperação na região do golfo Pérsico, incluindo o Esforço de Paz de Hormuz (HOPE), a República Islâmica do Irã foi pioneira no caminho da amizade e da cooperação regional e dá as boas-vindas à mudança de tom na Arábia Saudita", declarou hoje (29) Khatibzadeh.

    Segundo o porta-voz iraniano, Irã e a Arábia Saudita, dois países importantes na região e no mundo muçulmano, podem agora começar a cooperar "para alcançar a paz regional, estabilidade e desenvolvimento por meio da adoção de abordagens construtivas e baseadas no diálogo". 

    Há poucos dias, órgãos de imprensa relataram a ocorrência de supostas negociações "secretas" entre Teerã e Riad. Tais conversas, entre funcionários do alto escalão dos dois governos, teriam ocorrido em Bagdá, no Iraque, sob mediação do primeiro-ministro iraquiano, Mustafa al-Kadhimi, marcando a primeira reaproximação entre as duas nações desde o rompimento das relações bilaterais, em 2016.

    Mais:

    John Kerry é acusado de ter compartilhado 'inteligência militar secreta' com Irã
    Moscou não permitirá que o Irã possua bomba nuclear em nenhuma circunstância, diz diplomata
    Irã busca armas de destruição em massa, diz relatório de inteligência da Alemanha
    Tags:
    Oriente Médio, Mohammed bin Salman, Bagdá, Iraque, Riad, Teerã, Arábia Saudita, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar