12:58 24 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    131122
    Nos siga no

    Porta-voz das Forças Armadas dos Estados Unidos no Afeganistão declarou que seu país realizou um ataque aéreo retaliatório contra o Talibã em Nahr-e Saraj, no Afeganistão, nesta quarta-feira (4).

    Segundo o porta-voz militar dos EUA no Afeganistão, coronel Sonny Leggett, a ação seria de retaliação a ataques do Talibã (grupo terrorista proibido na Rússia e em outros países) a um posto de controle.

    A declaração do militar americano foi feita em sua conta no Twitter abaixo.

    Os EUA conduziram um ataque aéreo em 4 de março contra combatentes do Talibã em Nahr-e Saraj, na província de Helmand, que estavam atacando ativamente um posto de controle das ANDSF [Forças de Defesa e Segurança Nacional do Afeganistão]. Isso foi uma ação defensiva para frustrar o ataque. Trata-se do nosso primeiro ataque ao Talibã em 11 dias.

    Acordo

    É válido ressaltar que o episódio se dá logo após os EUA e o Talibã terem firmado um acordo de paz para pôr fim ao conflito no Afeganistão.

    Apesar do acordo, a violência no país não deverá chegar ao fim, segundo disse o chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA, general Mark Milley, em uma coletiva de imprensa no último dia 2.

    "É provável que [a violência] não vá chegar a zero", publicou as palavras do general a Reuters.

    Mais:

    'Acordo do Século' de Trump é 'projeto de ocupação' no Oriente Médio, afirma Erdogan
    EUA vão retirar todas as tropas do Afeganistão em 14 meses, segundo mídia
    Afeganistão é o maior erro estratégico na história militar dos EUA, diz analista
    Tags:
    ataque aéreo, tensões, acordo de paz, Talibã, EUA, Guerra no Afeganistão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar