05:35 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Petroleiro iraniano Grace 1 no estreito de Gibraltar

    Reino Unido diz que Irã quebrou promessa de não vender petróleo para Síria

    © REUTERS / Jon Nazca
    Oriente Médio e África
    URL curta
    13216
    Nos siga no

    A Grã-Bretanha acusou o Irã nesta terça-feira (10) de violar suas garantias de que seu petroleiro que ficou detido em Gibraltar não transportaria petróleo para a Síria.

    Os britânicos também convocaram seu embaixador em Teerã como forma de protesto.

    "Agora está claro que o Irã violou essas garantias e que o petróleo foi transferido para a Síria e seu regime assassino", disse o Ministério das Relações Exteriores da Grã-Bretanha.

    A chancelaria prometeu levar a questão até a Organização das Nações Unidas (ONU) e o ministro das Relações Exteriores, Dominic Raab, disse que o episódio faz parte de um "padrão de comportamento... projetado para perturbar a segurança regional".

    As forças de segurança de Gibraltar, auxiliadas por fuzileiros navais britânicos, interceptaram o superpetroleiro iraniano Grace 1 na costa do território britânico no dia 4 de julho.

    A suspeita era de que a embarcação estaria levando 2,1 milhões de barris de petróleo para a Síria, violando as sanções da União Européia.

    O Irã reagiu com fúria à apreensão, dizendo que era um ato de "pirataria". A Justiça de Gibraltar, contudo, ordenou a libertação do Grace 1. 

    O Ministério das Relações Exteriores do Irã afirmou que o petroleiro havia chego no último domingo (8) ao seu destino final "na costa do Mediterrâneo", mas não especificou qual seria o país. 

    Mais:

    França vai se esforçar para levar o Irã de volta ao acordo nuclear, diz ministra da Defesa
    Irã estaria usando frota 'fantasma' para burlar sanções dos EUA
    AIEA confirma que Irã está instalando novas centrífugas de enriquecimento de urânio
    Irã atinge novo recorde no comércio de hidrocarbonetos apesar das sanções impostas pelos EUA
    Netanyahu revela suposta instalação nuclear secreta do Irã e é chamado de 'mentiroso'
    Tags:
    Reino Unido, Irã
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar