14:16 19 Setembro 2019
Ouvir Rádio
    Exército sírio (imagem referencial)

    Exército sírio fecha cerco à cidade de Khan Shaykhun

    © Sputnik . Sputnik Árabe
    Oriente Médio e África
    URL curta
    7150
    Nos siga no

    O exército sírio tomou um posto de controle ao noroeste de Khan Shaykhun, na província de Idlib, e cercou a cidade, informou uma fonte à Sputnik neste domingo.

    O jornal Al Watan relatou, citando fontes, que o Exército sírio entrou em Khan Shaykhun, controlado pelo grupo terrorista Frente al-Nusra (banido na Rússia) e seus aliados, e eliminou numerosos radicais enquanto dezenas de combatentes fugiram.

    "O Exército Sírio tomou o posto de controle do Al Fakir, no noroeste da cidade, e realizou o cerco", disse o interlocutor da agência.

    Anteriormente, foi relatado que o exército sírio estaria se movendo do leste e do oeste para Khan Shaykhun, localizada na rodovia M5, que conecta Damasco e Alepo.

    No final da recente rodada de consultas sobre o conflito sírio na capital do Cazaquistão, Nursultan, realizada no dia 2 de agosto, uma nova trégua entre as forças do governo e grupos armados entrou em vigor em Idlib.

    Damasco declarou que respeitaria o cessar-fogo, desde que o acordo russo-turco, alcançado em Sochi, em setembro de 2018, fosse cumprido, incluindo a retirada de combatentes a 20 quilômetros da área, bem como a deposição de armas.

    No entanto, após uma série de violações da trégua, cometida por grupos armados, no dia 5 de agosto o exército sírio retomou as operações contra os terroristas em Idlib.

    Mais:

    Ações dos EUA na Síria violam a soberania do país, diz Irã
    Síria: Rússia registra mais 35 ataques na zona de desescalada de Idlib
    Defesa antiaérea da Síria repele ataque de mísseis na província de Hama
    Pressão sobre Turquia na Síria pode ter consequências graves para EUA, adverte analista
    Tags:
    trégua, Idlib, terrorismo, Síria, Frente al-Nusra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar