13:55 28 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Oriente Médio e África
    URL curta
    005
    Nos siga no

    Militantes violaram o regime de cessar-fogo nas províncias sírias de Aleppo, Hama e Latakia nas últimas 24 horas, informou o chefe do Centro de Reconciliação Síria do Ministério da Defesa da Rússia, major-general Viktor Kupchishin.

    "Durante o dia, militantes bombardearam os assentamentos de Achan e Mgire na província de Hama, Ruaset-Iskander (três vezes) na província de Latakia, Tel Hamra e Amaraz na província de Aleppo", disse Kupchishin em uma entrevista coletiva neste domingo (14).

    Até o sábado (13), um total de 57.545 pessoas foram anistiados pelas autoridades sírias devido à evasão do serviço militar, acrescentou o chefe do Centro.

    A Rússia, ao lado da Turquia e do Irã, é fiadora do regime de cessar-fogo na Síria. Moscou também tem ajudado Damasco apoiando a luta contra grupos terroristas e fornecendo ajuda humanitária aos residentes locais, além de facilitar o retorno de refugiados.

    Mais:

    Defesa antiaérea síria intercepta mísseis que teriam sido lançados por Israel (VÍDEOS)
    Síria não exclui opção militar para reaver Colinas de Golã
    Erdogan anuncia prontidão da Turquia para nova operação militar na Síria
    Moscou afirma que Washington deve pôr fim à ocupação ilegal da Síria na zona de Rukban
    Tags:
    Síria, Rússia, Moscou, Aleppo, Latakia, Tel Hamra, Amaraz, Turquia, Irã, Damasco, Viktor Kupchishin, Centro de Reconciliação Síria do Ministério da Defesa da Rússia, Guerra da Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar