05:08 26 Agosto 2019
Ouvir Rádio
    Uma rua no subúrbio Tadef de Aleppo, em finais de março de 2017

    Síria: Rússia registra mais 35 ataques na zona de desescalada de Idlib

    © Sputnik / Mohamed Maaruf
    Oriente Médio e África
    URL curta
    130

    Militares russos registraram 35 ataques de militantes nas províncias sírias de Aleppo e Latakia, localizadas na zona de desescalada de Idlib, ao longo da última quarta-feira, segundo informou o major-general Aleksei Bakin, chefe do Centro Russo de Reconciliação na Síria.

    "Trinta e cinco incidentes de bombardeios foram registrados em 14 de agosto", afirmou Bakin nesta quinta-feira, sublinhando que grupos armados ilegais seguem violando o regime de cessar-fogo na zona de desescalada de Idlib.

    De acordo com o oficial, militantes teriam atacado oito assentamentos na província de Aleppo e outros 15 em Latakia. 

    ​A Síria está mergulhada em uma sangrenta guerra civil desde 2011, com as forças do governo tendo que lutar contra numerosos grupos armados de oposição, incluindo organizações terroristas. A Rússia, por sua vez, é, ao lado da Turquia e do Irã, uma das fiadoras do cessar-fogo no país, além de apoiar Damasco na luta contra os extremistas, fornecer ajuda humanitária à população local e ajudar os refugiados em seu retorno para casa.

    Mais:

    Damasco: acordo turco-americano sobre 'zona segura' viola soberania síria
    Turquia afirma que EUA tirarão tropas de zona onde será iniciada operação turca na Síria
    Defesa aérea russa repele ataque de drone na base de Hmeymim na Síria
    Pressão sobre Turquia na Síria pode ter consequências graves para EUA, adverte analista
    Tags:
    Irã, Turquia, Damasco, Centro Russo de Reconciliação Síria, trégua, cessar-fogo, Latakia, Aleppo, Idlib, Rússia, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar