10:04 20 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Soldados do Exército Sírio em um BMD-1

    Exército sírio está mais perto de libertar cidade-chave em Idlib

    © Sputnik / Mikhail Voskresensky
    Oriente Médio e África
    URL curta
    5290
    Nos siga no

    O Exército sírio se aproximou ainda mais da cidade-chave na província de Idlib Khan Shaykhun, com a libertação na quarta-feira (14) de duas aldeias e de uma colina no caminho para ela, relatou a rádio Sham FM.

    "Exército do governo, depois de ferozes confrontos com grupos armados na região, assumiu o controle das aldeias Kafr Ein e Aas, assim como da colina Tell Aas, no sul da província de Idlib, a leste da cidade de al-Hubayth", comunicou a rádio, citando correspondente.

    Al-Hubayt foi liberta da Frente al-Nusra no domingo (11). Assim, o Exército sírio está cercando do oeste e do leste Khan Shaykhun, que fica na rodovia M5, que liga Damasco a Aleppo.

    Os moradores das duas cidades estão usando estradas alternativas pelo deserto, pois grande parte da M5 passa por Idlib, que está nas mãos de formações criminosas.

    Negociações sobre Síria

    Depois das negociações sobre a Síria em Nursultan, um "cessar-fogo" entrou em vigor em Idlib no dia 2 de agosto. O Comando das Forças Armadas da Síria declarou estar disposto a cessar combates caso Turquia cumpra o acordo turco-russo de setembro de 2018, que foi acordado em Sochi.

    O ponto principal do acordo corresponde à retirada de armamento pesado e médio dos militantes a 20 quilômetros da zona desmilitarizada de Idlib.

    Três dias mais tarde, em 5 de agosto, o Exército sírio retomou a operação devido ao descumprimento das formações criminosas, que, se aproveitando da trégua, tentaram atacar posições do Exército sírio na província de Hama, no norte do país, e abriram repetidamente fogo sobre zonas residenciais da região.

    Mais:

    Damasco: acordo turco-americano sobre 'zona segura' viola soberania síria
    Defesa aérea russa repele ataque de drone na base de Hmeymim na Síria
    Pressão sobre Turquia na Síria pode ter consequências graves para EUA, adverte analista
    Tags:
    Exército, libertação, militantes sírios, Idlib, Síria
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar