01:38 19 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Hoje atualizado
    URL curta
    0 310
    Nos siga no

    Bom dia! A Sputnik Brasil está acompanhando as matérias mais relevantes desta segunda-feira (7), marcada por detenções após ataques em Manaus, pela eleição presidencial no Peru e pela perda de maioria do partido de López Obrador na câmara baixa do Congresso.

    Bolsonaro recusou vacina Pfizer por metade do valor pago por EUA e UE

    No ano passado, o governo de Jair Bolsonaro recusou vacinas da Pfizer pelo preço de dez dólares por dose, metade do valor pago pelos Estados Unidos, Reino Unido e União Europeia, informou neste domingo (6) o jornal Folha de São Paulo. A oferta da Pfizer foi considerada cara em agosto de 2020 por Eduardo Pazuello, então ministro da Saúde, que qualificou a proposta de preço do imunizante da farmacêutica como muito elevada, durante seu depoimento na CPI da Covid. Ao mesmo tempo, os Estados Unidos e Reino Unido adquiriram as vacinas por US$ 20 por dose, o dobro do valor oferecido ao Brasil.

    • Entretanto, neste domingo (6), o estado do Mato Grosso do Sul atingiu 106% de ocupação de leitos de UTI (unidade de terapia intensiva), informa a Folha de São Paulo. Devido à falta de vagas, cinco pacientes do MS – quatro homens e uma mulher - em condição grave da COVID-19 foram encaminhados para os hospitais do São Paulo. Mais 251 infectados no Mato Grosso do Sul aguardam leitos disponíveis de UTI. O Brasil confirmou mais 866 mortes e 41.114 casos de COVID-19, totalizando 473.495 óbitos e 16.946.100 diagnósticos da doença, informou o consórcio entre secretarias estaduais de saúde e veículos de imprensa.
    Menina toca violino durante performance da Orquestra Maré do Amanhã, composta por jovens músicos da favela Maré, Rio de Janeiro, 6 de junho de 2021
    © AP Photo / Bruna Prado
    Menina toca violino durante performance da Orquestra Maré do Amanhã, composta por jovens músicos da favela Maré, Rio de Janeiro, 6 de junho de 2021

    Polícia prende 14 suspeitos de participação em onda de ataques em Manaus

    Neste domingo (6), após uma onda de incêndios em Manaus, 14 pessoas foram presas, suspeitas de terem provocado os ataques violentos no estado do Amazonas. No decorrer do dia, ao menos 21 veículos, entre eles 14 ônibus, foram incendiados na capital amazonense. Entre os detidos até o momento, quatro foram presos com baldes de gasolina no bairro Novo Aleixo, na Zona Norte, outros dois foram presos na Compensa, Zona Oeste. Para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-AM) do estado, "os ataques foram motivados em função da morte de um traficante". Mesmo com as prisões, os incêndios continuam. Até agora, não foram registrados feridos.

    Ônibus queimado após uma onda de ataques violentos em Manaus, despoletada pela morte de um traficante na cidade, estado de Amazonas, 6 de junho de 2021
    © REUTERS / Bruno Kelly
    Ônibus queimado após uma onda de ataques violentos em Manaus, despoletada pela morte de um traficante na cidade, estado de Amazonas, 6 de junho de 2021

    Fujimori lidera eleição presidencial no Peru

    Na manhã desta segunda-feira (7), a candidata da direita, Keiko Fujimori, filha do ex-presidente Alberto Fujimori, está na frente no segundo turno da eleição presidencial no Peru, com mais de 52% de votos, informou o Escritório Nacional de Processos Eleitorais. O segundo turno da eleição presidencial decorreu no país neste domingo (6). Com cerca de 42% dos boletins contados, o escritório eleitoral informa que Keiko Fijumori tinha 52,9%, enquanto seu rival, o candidato de esquerda Pedro Castillo, está atrás com 47,1%. O dia da eleição decorreu normalmente, sem incidentes irregulares. Face à crise sanitária, os cidadãos compareceram para votar em horários escalonados segundo seu último número do documento de identidade.

    Candidata à presidência de Peru, Keiko Fujimori, após eleição presidencial, Lima, Peru, 6 de junho de 2021
    © AP Photo / Guadalupe Pardo
    Candidata à presidência de Peru, Keiko Fujimori, após eleição presidencial, Lima, Peru, 6 de junho de 2021

    Partido de Obrador perde maioria nas eleições legislativas no México

    O partido do presidente do México, López Obrador, perdeu a maioria absoluta na câmara baixa do Congresso nas eleições legislativas deste domingo (6), indicam os resultados iniciais. De acordo com o Instituto Nacional Eleitoral, o Movimento Regeneração Nacional (Morena) deve ocupar entre 190 e 203 dos 500 lugares, embora ainda possa garantir a maioria absoluta com seus aliados. "É uma vitória importante para a oposição, já que esta foi capaz de capitalizar o descontentamento, embora a realidade é que as pessoas votaram contra López Obrador, não por seus adversários", disse à AFP o analista político António Crespo. Nas últimas eleições, a coalizão governista teve uma supermaioria de dois terços na câmara baixa, permitindo que López Obrador emendasse a Constituição sem negociar com seus oponentes.

    Homem coloca seu voto em uma urna de votação durante as eleições legislativas, México, 6 de junho de 2021
    © REUTERS / Alan Ortega
    Homem coloca seu voto em uma urna de votação durante as eleições legislativas, México, 6 de junho de 2021

    Partido de Merkel lidera em eleição regional na Alemanha

    Neste domingo (6), o partido conservador da chanceler Angela Merkel derrotou a extrema direita em uma eleição provincial considerada a última prova dos partidos políticos alemães antes das eleições gerais, previstas para setembro. A União Democrata-Cristã de Merkel ganhou com 36,2% dos votos no estado federal da Saxônia-Anhalt, segundo dados da emissora nacional ARD. Isso é seis pontos a mais do que obteve nas eleições de 2016 nesse estado de 2,2 milhões de habitantes. Por sua vez, o partido de direita Alternativa para a Alemanha (AfD) obteve 22,5%, de acordo com as projeções, uma ligeira diminuição em comparação com o que foi alcançado em 2016.

    O candidato Oliver Kirchner, do partido de extrema direita Alternativa para a Alemanha, assina pôster em forma de coração com logo do partido, após terem sido revelados os primeiros resultados das eleições regionais no estado federal da Saxônia-Anhalt, Alemanha, 6 de junho de 2021
    © AFP 2021 / JOHN MACDOUGALL
    O candidato Oliver Kirchner, do partido de extrema direita Alternativa para a Alemanha, assina pôster em forma de coração com logo do partido, após terem sido revelados os primeiros resultados das eleições regionais no estado federal da Saxônia-Anhalt, Alemanha, 6 de junho de 2021

    Colisão de trens no Paquistão resulta em 36 mortos

    Nesta segunda-feira (7), dois trens rápidos colidiram no sul do Paquistão, deixando ao menos 36 passageiros mortos e dezenas de feridos, informaram as autoridades, citadas pela AP. Entre 15 e 20 pessoas continuam presas no trem Millat Express e as autoridades tentam transportar maquinaria pesada para resgatar as vítimas, de acordo com Umar Tufail, chefe da polícia de Ghotki, na província de Sindh, onde ocorreu o acidente. O Millat Express descarrilou e, logo depois, o Sir Syed Express colidiu com ele, segundo oficiais. Não há ainda informação sobre o que provocou o descarrilamento e a colisão. Autoridades enviaram soldados para o local para participar dos esforços de resgate. O primeiro-ministro paquistanês, Imran Khan, expressou seu pesar pela tragédia e twittou que havia pedido ao ministro das Ferrovias para supervisionar os trabalhos de resgate, tendo ordenado uma investigação do acidente.

    Mais:

    Enquanto Bolsonaro se articula para demitir Tite, presidente da CBF é afastado do cargo
    Israel tem Irã como alvo ao realizar seu 1º exercício de grande escala no exterior
    Cooperação cada vez mais estreita entre Rússia e China é sério desafio para OTAN, diz Stoltenberg
    Tags:
    Manaus, Paquistão, novo coronavírus, COVID-19, eleição, Angela Merkel, México, Andrés Manuel Lopez Obrador, Brasil, Peru
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar