22:37 18 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)
    0 30
    Nos siga no

    Na segunda-feira (24), o governo do México anunciou que pretende realizar testes clínicos de vacinas contra a COVID-19 desenvolvidas pela Walvax, da China, e pela Sanofi, da França.

    A informação foi divulgada pelo chanceler mexicano Marcelo Ebrard.

    "Os testes de fase três agora devem começar para duas vacinas, uma das quais é a Walvax, uma vacina chinesa de RNA, e a Cofepris [órgão sanitário mexicano] anunciou hoje [segunda-feira, 24] a [vacina da] Sanofi, com uma proteína recombinante", disse o secretário de Relações Exteriores durante um discurso transmitido nas redes sociais.

    Anteriormente, as autoridades do país já realizavam ou começaram a testar quatro vacinas distintas contra o novo coronavírus - Cansino, da China; Curevac, da Alemanha; e Janssen e Novavax, dos Estados Unidos.

    O presidente do México, Andres Manuel López Obrador, recebe a dose da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 no Palácio Nacional da Cidade do México, México, em 20 de abril de 2021.
    © REUTERS / HENRY ROMERO
    O presidente do México, Andres Manuel López Obrador, recebe a dose da vacina da AstraZeneca contra a COVID-19 no Palácio Nacional da Cidade do México, México, em 20 de abril de 2021

    Desde o início da imunização contra a COVID-19 no México, em dezembro de 2020, as autoridades mexicanas distribuíram 26,65 milhões de doses de várias vacinas para 18 milhões de pessoas. Um total de 11,78 milhões foram totalmente vacinados.

    No programa nacional de vacinação contra o novo coronavírus, o México utiliza atualmente cinco vacinas diferentes, que são adquiridas no exterior ou produzidas localmente a partir de componentes ativos: a da Pfizer/BioNTech, dos EUA e Alemanha; a Oxford/AstraZeneca, do Reino Unido; a Sinovac e a Cansino, da China; e a Sputnik V, da Rússia.

    Conforme dados da Universidade Johns Hopkins, o México é um dos países mais impactados pela pandemia do novo coronavírus, sendo o quarto país em número absoluto de mortes, com 221.695 óbitos até agora. O país também acumula quase 2,4 milhões de casos confirmados de COVID-19.

    Tema:
    Mundo em meio à pandemia da COVID-19 no fim de maio de 2021 (61)

    Mais:

    Governo do México pede perdão ao povo maia por 5 séculos de violência
    Desabamento de viaduto do metrô no México deixa ao menos 23 mortos e 65 feridos (VÍDEOS, FOTOS)
    Biden deve reiniciar a construção do muro de Trump da fronteira com o México
    México procura recuperar documentos do conquistador espanhol Cortés roubados para leilões nos EUA
    Tags:
    COVID-19, México, França
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar