22:40 20 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    120
    Nos siga no

    O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças pediu para que os cidadãos europeus evitassem "viagens não essenciais", pensando sobretudo nas novas variantes do SARS-CoV-2.

    O governo espanhol decidiu restringir as viagens aéreas com o Brasil e a África do Sul, onde novas variantes altamente contagiosas do SARS-CoV-2 foram detectadas, a partir de quarta-feira (3) por duas semanas, relata a agência Reuters nesta terça-feira (2).

    A medida entra em vigor às 09h00 de quarta-feira (3) e os únicos voos que são permitidos são os de repatriamento de cidadãos espanhóis e residentes que retornem à Espanha ou passageiros que façam uma escala de menos de 24 horas para países fora do espaço Schengen.

    O Centro Europeu de Prevenção e Controle de Doenças (ECDC, na sigla em inglês) pediu para que os cidadãos europeus evitassem "viagens não essenciais", tendo em vista sobretudo as variantes do novo coronavírus detectadas no Reino Unido, Brasil e África do Sul. Com esta medida, Espanha segue a decisão tomada por outros países, como Portugal, Alemanha e Itália.

    Brasil já registrou 225.099 óbitos pela COVID-19 e o número de pessoas infectadas é de 9.229.322, segundo boletim do Ministério da Saúde divulgado na segunda-feira (1º).

    Mais:

    COVID-19: animais de estimação vão precisar ser vacinados? Cientistas respondem
    Visão nunca será a mesma: descoberta nova complicação grave da COVID-19
    Brasil ultrapassa marca de 225 mil mortos pela COVID-19
    Olimpíadas vão acontecer independente de como a COVID-19 evoluir, diz chefe do Comitê Organizador
    Tags:
    COVID-19, novo coronavírus, Brasil, África do Sul, Espanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar