02:04 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    0 91
    Nos siga no

    O presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, declarou nesta sábado (21) que os esforços da Rússia e da Turquia ajudaram a interromper os combates em Nagorno-Karabakh.

    A Rússia e a Turquia assinaram um memorando sobre um centro de monitoramento de cessar-fogo em 11 de novembro, que abrigará sua "missão conjunta de manutenção da paz", acrescentou o presidente turco.

    "Graças aos nossos esforços conjuntos com a Rússia, conseguimos parar o derramamento de sangue em Nagorno-Karabakh e chegar a um acordo que permaneceu indefinido por 30 anos", disse Erdogan.

    O porta-voz presidencial russo, Dmitry Peskov, disse anteriromente que Moscou e Ancara cooperariam em Nagorno-Karabakh por meio de um centro baseado no Azerbaijão, mas negou que haveria uma força conjunta de manutenção da paz.

    Forças de paz da Rússia desembarcam em Nagorno-Karabakh
    © Sputnik / Ministério da Defesa da Rússia
    Forças de paz da Rússia desembarcam em Nagorno-Karabakh

    A Rússia, Armênia e Azerbaijão assinaram em 10 de novembro uma declaração conjunta sobre a completa interrupção das hostilidades em Nagorno-Karabakh.

    De acordo com o documentor, a Armênia e o Azerbaijão devem manter suas forças militares nas posições que ocupavam no momento da assinatura do acordo de paz. Além disso, o acordo prevê a troca de prisioneiros entre os lados combatentes e o estabelecimento das forças de paz russas ao longo da linha de contato em Nagorno-Karabakh e no corredor de Lachin, que liga a república não reconhecida à Armênia, entre outras medidas.

    Mais:

    UNESCO quer enviar missão para preservar patrimônio cultural de Nagorno-Karabakh
    Solução militar do conflito em Nagorno-Karabakh era direito internacional do Azerbaijão, diz Aliev
    Presidente azeri rejeita chance de negociação sobre status especial para Nagorno-Karabakh
    Patriarca armênio agradece a Putin por intervir por seu povo em Nagorno-Karabakh
    Tags:
    Recep Tayyip Erdogan, acordo de paz, cessar-fogo, Nagorno-Karabakh, Turquia, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar