15:08 27 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    2230
    Nos siga no

    A Lituânia tentou violar o espaço aéreo da Bielorrússia, informou o Ministério da Defesa da república por meio de seu canal oficial no Telegram.

    Na noite de 23 agosto, a Força Aérea bielorrussa e as unidades de defesa antiaérea em serviço impediram uma "provocação" nas proximidades da localidade de Volkovshina, no noroeste do país.

    A partir do território adjacente foram lançados oito balões com símbolos antigovernamentais, explicou a entidade militar bielorrussa.

    O Ministério da Defesa acrescentou que, graças às tripulações dos helicópteros Mi-24, os balões foram interceptados sem uso de armas.

    As informações sobre o incidente foram enviadas ao Ministério das Relações Exteriores "para preparação de uma nota à parte lituana".

    Anteriormente o presidente da Bielorrússia, Aleksandr Lukashenko, afirmou que o país iria reagir sem advertência a qualquer violação de suas fronteiras.

    "Sem aviso! Se eles violarem a fronteira do Estado, reagiremos sem aviso", disse Lukashenko durante a visita a um campo de treinamento militar na região de Grodno.

    Protestos antigovernamentais em massa vêm ocorrendo na Bielorrússia desde 10 de agosto, quando foram anunciados os primeiros resultados da eleição presidencial, mostrando Lukashenko como o vencedor com mais de 80% dos votos.

    Mais:

    'Bielorrússia reagirá a violações nas fronteiras sem advertência', diz Lukashenko
    Oposição na Bielorrússia repete cenário da Venezuela ao exigir a saída de Lukashenko, diz Lavrov
    Presidente bielorrusso chega à sua residência oficial em Minsk com fuzil na mão (VÍDEO)
    Tags:
    Lituânia, manifestações, protestos, Aleksandr Lukashenko, Bielorrússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar