15:08 19 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Reino Unido deve endurecer leis de imigração após Brexit

    Câmara dos Comuns decide adiar votação sobre acordo do Brexit de Boris Johnson

    © REUTERS / Stefan Wermuth
    Europa
    URL curta
    131
    Nos siga no

    Parlamentares britânicos realizaram uma sessão de emergência neste sábado para discutir o acordo do Brexit elaborado pelo primeiro-ministro Boris Johnson e pela União Europeia, mas decidiram adiar a decisão sobre a proposta.

    Os deputados aprovaram uma emenda que, na prática, forçaria o premiê a solicitar a Bruxelas uma prorrogação do prazo, algo que Johnson já disse que não pretende fazer.

    "Eu não vou negociar um adiamento com a UE, e nem a lei me obriga a fazer isso", disse ele, citado pela mídia britânica.

    Ao todo, 322 parlamentares votaram pela emenda apresentada pelo deputado independente Oliver Letwin, retendo a aprovação do acordo do Brexit até que a legislação necessária para implementá-lo seja aprovada. Os votos contrários à emenda somaram 306. 

    Descubra como seu parlamentar votou.​

    A tendência é a de que a nova data provisória de retirada seja 31 de janeiro de 2020, caso a União Europeia concorde.

    A Câmara dos Comuns voltará a se reunir para discutir a questão da saída do Reino Unido da União Europeia na próxima segunda-feira, 21 de outubro.

    Mais:

    Brexit segue indefinido e possível acordo está em xeque
    Quem ocupará o trono financeiro mundial depois do Brexit?
    Reino Unido e União Europeia chegam a novo acordo do Brexit
    Acordo de Johnson com a UE pode levar Reino Unido a um Brexit 'bastante difícil'
    Tags:
    Londres, Câmara dos Comuns, Boris Johnson, Brexit, UE, União Europeia, Reino Unido
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar