16:25 14 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2141
    Nos siga no

    Deputado e comandante do Exército de Libertação Popular (ELP), Hou Yun, diz que controle das fronteiras chinesas deve ser feito através de drones mais potentes e robôs terrestres.

    Em entrevista no sábado (26) para a emissora CCTV, o deputado e comandante do regimento de defesa do ELP, Hou Yun, afirmou que vai apresentar uma proposta na próxima semana sugerindo ao governo chinês o uso de drones mais inteligentes para gestão e o controle das fronteiras. A proposta surge depois de um impasse por meses nas fronteiras entre a China e a Índia, o qual o Yun testemunhou ao liderar tropas, segundo o Global Times.

    Sua ideia ao sugerir drones mais inteligentes seria dar fim aos impedimentos atuais encontrados pelos veículos não tripulados quando utilizados, como a alta dependência de condições meteorológicas e curta duração de carga. Ao investir em drones mais robustos, a China estaria "melhorando a situação das tropas do ELP, sua consciência e sensibilidade", disse Yun.

    "O objetivo é resolver três problemas principais: ver onde as pessoas não podem ver, ouvir onde as pessoas não podem ouvir e ir aonde as pessoas não podem ter acesso", disse o deputado citado pela mídia.

    Também se espera que os drones possam aumentar a eficiência das missões de transporte, visto que estão se tornando amplamente usados ​​para entregar suprimentos a postos remotos difíceis de alcançar.

    Atualmente, os drones em uso pelo ELP são multirotores de pequeno ou médio porte, que podem decolar e pousar verticalmente, tornando-os operáveis de quase qualquer lugar. Porém, têm curta duração, são vulneráveis ​​à chuva e enfrentam desafios em missões de reconhecimento em tempo nublado, segundo a mídia.

    Drone de reconhecimento armado WJ-700 da China em voo de teste
    © Foto / 海鹰航空通用装备有限责任公司 / Weixin
    Drone de reconhecimento armado WJ-700 da China em voo de teste

    A compra de drones com asa fixa maior, como os de reconhecimento armado GJ-1 e GJ-2, seria um ótimo investimento, segundo Yun. Esses modelos podem ficar no ar por dezenas de horas e são equipados com cargas úteis mais sofisticadas. Além disso, robôs terrestres também podem ser desenvolvidos e implantados, e todos esses dispositivos devem se tornar mais inteligentes, de acordo com o comandante.

    Em 13 de janeiro, o novo drone de reconhecimento armado WJ-700, completou seu primeiro voo com sucesso na China.

    Atualmente, Pequim está desenvolvendo diversos modelos de drones, incluindo o WZ-8, de grande altitude, e o GJ-2, de média altitude, já em serviço.

    Mais:

    Dependência da Coreia do Norte da China é escolha perigosa para Kim Jong-un, segundo mídia
    China pode implantar caça de 6ª geração antes dos EUA, afirma oficial americano
    EUA, e não a China, devem 'dominar o futuro do mundo', declara Trump em discurso oficial
    Tags:
    Defesa, ELP, drone, China
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar