01:30 07 Março 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 170
    Nos siga no

    As Forças Armadas da Rússia podem utilizar o modelo existente de aviões de Céus Abertos Tu-214ON para cumprir objetivos militares na região do Ártico, anunciou o diretor técnico do consórcio Vega, Vladimir Verba.

    Em janeiro, veio à tona a notícia que, depois da saída da Rússia do Tratado de Céus Abertos, os aviões Tu-214ON seriam requalificados para missões de reconhecimento, bem como para controle de proteção de instalações militares e avaliação dos resultados de testes de vários armamentos e sua eficácia, se referindo que não havia uma decisão preliminar.

    "Sem dúvida, um sistema que possui capacidades únicas na área do monitoramento aéreo encontrará aplicação nas Forças Armadas da Federação da Rússia para cumprir uma ampla variedade de tarefas de propósito militar. Isso inclui o controle da visibilidade de tropas e instalações, mapeamento e avaliação das condições de gelo nos rios e mares, o que é muito atual para cumprimento do Programa Ártico", disse o representante.

    Adicionalmente, o desenvolvedor esclareceu que desde o início o sistema de equipamento de bordo no Tu-214ON foi construído "segundo princípios de arquitetura aberta que permitem utilizá-lo tanto na composição atual, como com modernização adicional".

    Por exemplo, a concepção do radar do avião possui a possibilidade de sua resolução ser aumentada em 4-6 vezes. No entanto, de acordo com o especialista, a empresa ainda não recebeu uma decisão oficial do Estado sobre modernização dos aviões.

    Além disso, o desenvolvedor adicionou que, durante a apresentação de aeronave em Viena, Áustria, em 2013, os especialistas admitiram unanimemente que o sistema russo de monitoramento Céus Abertos no avião Tu-214ON é o melhor do mundo, reconhecendo que ele foi criado nas condições de restrições previstas pelo Tratado de Céus Abertos.

    O responsável ressaltou que o sistema radiotécnico de bordo do Tu-214ON é semelhante ao utilizado nas aeronaves de vigilância Tu-214R, mas suas características foram reduzidas intencionalmente para corresponder aos requisitos do tratado.

    O objetivo principal dos aviões no âmbito do Tratado de Céus Abertos é o monitoramento legal da infraestrutura militar, incluindo bases, aeródromos e empresas da indústria de defesa a fim de prevenir um aumento imperceptível do potencial de alguma das partes para começar uma guerra.

    Mais:

    Rússia inicia retirada do Tratado dos Céus Abertos, afirma MRE
    Moscou não descarta retomar Tratado dos Céus Abertos: retorno depende dos EUA
    Trump saiu 'ilegalmente' do Tratado de Céus Abertos e agora Biden pode reativá-lo, diz ex-oficial
    Tags:
    avião, Tratado de Céus Abertos, Tu-214R, Tu-214ON
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar