23:08 25 Fevereiro 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    528
    Nos siga no

    Berlim incrementará seus gastos militares em 3,2% neste ano, de acordo com o jornal Suddeutsche Zeitung. Em 2020 eles representaram 1,57% do PIB, menos que os 2% anunciados como meta em 2014.

    A Alemanha comunicou à OTAN que aumentará seus gastos de defesa em 2021 para um total de € 53,03 bilhões (R$ 342,47 bilhões), ou 3,2% mais que em 2020, relata o jornal Suddeutsche Zeitung.

    O objetivo da Aliança Atlântica é conseguir uma distribuição mais equitativa dos gastos militares, com os EUA gastando mais que todos os outros membros juntos. Em 2020 o financiamento militar da Alemanha registrou um valor de € 51,39 bilhões (R$ 331,88 bilhões).

    Apesar dos aumentos anunciados por Berlim, as Forças Armadas da Alemanha sentem um subfinanciamento crônico, não podendo implementar "numerosos projetos de armamento necessários para atingir os objetivos de planejamento da OTAN", informou a revista Der Spiegel citando um relatório confidencial do Ministério da Defesa alemão sobre as necessidades do Exército.

    Os gastos em 2020 representaram 1,57% do PIB nacional, abaixo da meta de 2% recomendada pela Aliança Atlântica para todos os países e anunciada durante a Cúpula da OTAN em setembro de 2014, que deveria ser atingida em um prazo de dez anos.

    Mais:

    Pentágono: Biden revisará ordem de Trump para retirada de tropas da Alemanha
    União Europeia insta seus Estados a desenvolverem armas contra drones
    Ministra da Defesa alemã justifica elevados gastos militares com ameaça russa 'mais explícita'
    Berlim busca novo critério para avaliar comprometimento com OTAN
    Tags:
    Forças Armadas, Der Spiegel, EUA, OTAN, Alemanha
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar