19:07 17 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    9521
    Nos siga no

    Caça russo de 4ª geração Su-35 supera a aeronave dos EUA F-15 em vários parâmetros, segundo aponta revista americana The National Interest.

    O especialista Sebastien Roblin comparou em seu artigo as características e capacidades dos caças Su-35 russo e F-15 dos EUA.

    Ele apontou que o Su-35, que pertence à geração 4++, é uma modernização profunda do Su-27, possuindo aviônicos e munições aprimoradas, motores com empuxo vetorial e um novo revestimento de tinta absorvente de radar.

    Além disso, o Su-35 está equipado com um radar de varredura eletrônica passiva Irbis-E, com um alcance de até 400 quilômetros, que também é eficaz contra alvos terrestres. No entanto, segundo o autor, o radar de varredura eletrônica ativa APG-63 V3 do F-15 é superior, mais difícil de bloquear e rastrear e tem maior resolução.

    Por outro lado, o caça russo possui um sistema de busca e rastreamento infravermelho (IRST, na sigla em inglês) que lhe permite determinar a posição geral de aeronaves em um raio de 50 km – uma ferramenta bastante útil para detectar aeronaves furtivas a distâncias mais curtas. O avião F-15 americano não dispõe de sistema IRST, escreve a revista.
    Caça russo Sukhoi Su-35S
    © Foto / Sukhoi
    Caça russo Sukhoi Su-35S

    Em termos de baixa visibilidade ao radar, o Su-35 suplanta seu concorrente americano. Roblin lembra que o F-15 não foi desenvolvido para ser um caça furtivo, enquanto a aeronave russa tem características que a torna menos visível para radares inimigos.

    A questão dos armamentos também foi avaliada pelo especialista, que observou que o Su-35 tem 12 pilones (estruturas de suporte) para transporte de mísseis, enquanto o F-15 possui apenas oito. Esta é uma clara vantagem para o avião de guerra russo, que provavelmente disparará vários mísseis de uma só vez para aumentar a chance de impacto.

    O artigo aponta que o Su-35 tem na manga mais uma vantagem, que é o sistema de interferência em radares L-175M Khibiny, que o protege dos mísseis AIM-120. O analista acrescenta que o equipamento semelhante do F-15 foi desenvolvido na década de 1970 e está muito desatualizado.

    Por fim, Sebastien Roblin escreve que o Su-35 leva a "coroa" de melhor caça e continua sendo uma plataforma de mísseis versátil e muito capaz contra alvos, tanto aéreos como terrestres.

    Mais:

    Argélia é 1º país do continente africano a comprar caças russos de 5ª geração Su-57
    Rússia recebe 3 novos caças Su-35S e completa contrato de 50 aeronaves
    Nem se compara ao caça russo: analista conta quem ganharia duelo aéreo entre Su-57 e F-35
    Tags:
    EUA, Rússia, F-15, avião de combate, Su-35, caças de quarta geração
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar