13:30 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    326
    Nos siga no

    Navios do Grupo Naval Permanente 2 da OTAN (SNMG2) e unidades do Grupo de Medidas Antimina Permanente 2 (SNMCMG2, na sigla em inglês) pela segunda vez neste ano entraram no mar Negro para conduzir operações.

    Vale destacar que os grupos de navios vão participar de dois exercícios regionais organizados pelas Marinhas da Bulgária e da Ucrânia, anunciou na terça-feira (14) o Comando Marítimo da OTAN.

    O grupo SNMG2 chegou ao mar Negro em 9 de julho e é composto por três fragatas de Espanha, Romênia e Turquia. O grupo é liderado pelo navio da Marinha espanhola Álvaro de Bazán (F-101).

    "Apesar da pandemia de COVID-19, o SNMG2 conduziu um programa de atividades planejadas com meses de antecedência. Esta visita ao mar Negro é a primeira desde que assumi o comando e está em consonância com a direção do Comando Marítimo da OTAN, sendo mais um exemplo dos compromissos regionais da OTAN com nossos aliados e parceiros", afirmou o comandante do grupo SNMG2, relata portal Naval News.

    Com três nações aliadas, Bulgária, Romênia e Turquia, e dois parceiros regionais, Ucrânia e Geórgia, situados nas margens do mar Negro, a presença do Grupo Naval Permanente é uma ocorrência regular.

    Além da realização de missões de patrulha e segurança marítima em águas internacionais, os exercícios contribuirão para o reforço da interoperabilidade entre os aliados e parceiros regionais.

    No início desta semana, caças russos foram acionados para interceptar aeronaves de Noruega e EUA que foram detectadas sobre as águas dos mares de Barents e Negro conduzindo voos em direção à fronteira nacional da Rússia.

    Mais:

    França suspende participação em missão da OTAN devido à conduta da Turquia na Líbia
    OTAN está impotente ante tensão no mar Mediterrâneo?
    Ucrânia e OTAN acordam aumentar presença na região do mar Negro
    Tags:
    fronteiras russas, Turquia, Ucrânia, Espanha, Mar Negro, exercícios navais, exercícios conjuntos, OTAN, navios de guerra
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar