02:57 27 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    0 531
    Nos siga no

    Nesta terça-feira (14), caças russos levantaram voo para interceptar aeronaves da Noruega e EUA, informou o Centro Nacional de Operações de Defesa da Rússia.

    "Em 14 de julho, meios de controle do espaço aéreo russos detectaram sobre as águas dos mares de Barents e Negro alvos aéreos conduzindo voos em direção à fronteira nacional da Federação da Rússia", informou o centro.

    Informa-se que, para identificar e interceptar os alvos, levantaram voo caças de serviço das forças de defesa antiaérea da Frota do Norte e do Distrito Militar do Sul.

    De acordo com o centro russo, a aeronave no mar de Barents foi identificada como um P-3C Orion da Força Aérea da Noruega. Além disso, o mar Negro foi sobrevoado por uma aeronave P-8A Poseidon, da Marinha dos EUA, e um RC-135 e um drone MQ-9A Reaper da Força Aérea dos EUA.

    Salienta-se que os caças russos acompanharam as aeronaves a uma distância segura. Após as aeronaves da OTAN se distanciarem do espaço aéreo da Rússia, os caças russos retornaram a suas bases.

    Não houve violações do espaço aéreo da Rússia e voos foram realizados de acordo com as regras internacionais de utilização do espaço aéreo.

    Mais:

    Frota do Norte da Rússia monitora fragata da Marinha francesa que entrou no mar de Barents
    VÍDEO mostra manobras impressionantes de pilotos militares russos vistas da cabine dos caças Sukhoi
    Pequim denuncia voo de avião dos EUA no espaço aéreo de Taiwan como 'ato ilegal e provocativo'
    Tags:
    caça, aeronave, EUA, espaço aéreo, Noruega, OTAN, Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar