01:57 26 Novembro 2020
Ouvir Rádio
    Europa
    URL curta
    6517
    Nos siga no

    O país vizinho da Rússia reafirmou seu compromisso com o bloco ocidental, que diz ser irreversível.

    Andrei Taran, ministro da Defesa da Ucrânia, e Jens Stoltenberg, secretário-geral da OTAN, acordaram em uma conversa telefônica na quinta-feira (9) aumentar a presença da aliança na região do mar Negro, informou o serviço de imprensa do ministério ucraniano.

    "As partes concordaram em reforçar a presença de forças e equipamentos em terra, no mar e no espaço aéreo da região do mar Negro, aumentando as patrulhas aéreas e a presença de navios [de guerra] dos países-membros da aliança", indica a declaração.

    "O ministro da Defesa ucraniano manifestou interesse em estabelecer um intercâmbio de informações sobre a situação na região e convidou os Estados-membros da OTAN a aderir aos exercícios estratégicos nacionais programados para o sul da Ucrânia neste outono".

    O ministro ucraniano também pediu o reinício das reuniões regulares da comissão OTAN-Ucrânia a nível ministerial e convidou Stoltenberg a fazer uma visita oficial à Ucrânia.

    Segundo o ministro, a "irreversibilidade" da "implementação do curso estratégico do Estado para obtenção da plena adesão da Ucrânia à Organização do Tratado do Atlântico Norte" levará Kiev a seguir cooperando com a aliança.

    Mais:

    Marinha dos EUA envia 2 porta-aviões para o Pacífico em meio a tensões com China
    Drone espião dos EUA conduz operação próximo à Crimeia
    Drone dos EUA teria espionado sistemas S-400 na Crimeia?
    Tags:
    Ministério da Defesa da Ucrânia, Ministério da Defesa, Jens Stoltenberg, mar Negro, OTAN, Ucrânia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar