14:12 04 Junho 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2401
    Nos siga no

    Ministério da Defesa russo recebeu recentemente após modernização primeira peça de artilharia autopropulsada 2S7M da empresa Uraltransmash, que faz parte da corporação estatal russa Rostec.

    A assessoria de imprensa da Rostec citou Dmitry Semizorov, diretor-geral da empresa Uraltransmash, que produz equipamento militar.

    "Este é um dos mais poderosos canhões autopropulsados no mundo, destinado a atingir alvos e instalações inimigas vitais em profundidade tática atrás da linha da frente [...]", disse.

    Após modernização, a arma recebeu novo mecanismo de movimentação em esteiras e novos componentes eletrônicos que reforçam significativamente as suas características de desempenho. Um disparo do canhão de 203 milímetros poderá destruir completamente um edifício fortificado.

    A peça 2S7M foi desenvolvida sem torre blindada rotatória, enquanto o canhão em si está posicionado na parte de trás da estrutura de suporte. Além disso, os engenheiros russos substituíram componentes importados por peças de produção doméstica, aponta portal The National Interest.

    Uma das principais vantagens dessa peça de artilharia é a possibilidade de usar munições antibunker, assim como projéteis nucleares.

    Mais:

    Voos de caças russos Su-57 em regime máximo de ação surgem em VÍDEO
    Saiba por que novíssimo caça russo Su-57 é único no mundo
    Rostec revela características do novíssimo drone de reconhecimento russo Korsar
    Tags:
    equipamento militar, exército, defesa, Rússia, The National Interest, armas russas, canhão, Ministério da Defesa da Rússia
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar