01:08 02 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    5752
    Nos siga no

    A companhia russa Uraltransmash, da corporação Rostec, entregou ao Ministério da Defesa russo a primeira peça de artilharia autopropulsada modernizada 2S7M Malka.

    A entrega foi divulgada pelo serviço de imprensa da Rostec, que cita Dmitry Semizorov, diretor-geral da Uraltransmash, ao afirmar que:

    "Este é um dos mais poderosos canhões autopropulsados no mundo, destinado a atingir alvos e instalações inimigas importantes em profundidade tática atrás da linha da frente [...] Diante da Uraltransmash coloca-se a importante tarefa de executar a modernização em série deste produto como parte da encomenda de defesa do Estado para os anos de 2020 a 2022."

    A peça de artilharia já passou com sucesso pelo ciclo completo de testes, em que os especialistas conferiram as características de mobilidade, confiabilidade do chassi e as capacidades da transmissão e propulsão. Além disso, foram testados os mecanismos de carregamento e sistemas de controle de disparo do canhão.

    O modelo 2S7M Malka é uma modernização da peça 2S7 Pion, construída nos anos 80 e que, até o momento, é considerada uma das mais potentes do mundo.

    Uma das principais vantagens dessa peça de artilharia é a possibilidade de usar munições antibunker, assim como projéteis nucleares.

    Mais:

    'Tanque voador': Mi-24 resiste a impacto de canhão antiaéreo de 57 mm na Síria (FOTO)
    Peru moderniza 'tanques-voadores' Su-25 em contrato com a Rússia
    EUA devem receber canhão de plasma de fusão nuclear em 2020
    Tags:
    militar, Rostec, canhão, Rússia, exército, defesa
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar