12:58 18 Setembro 2020
Ouvir Rádio
    Defesa
    URL curta
    2210
    Nos siga no

    Apesar de suas excelentes características técnicas, o Ho 229 nunca conseguiu levantar voo. No entanto, um dos testes teria feito do avião um verdadeiro pioneiro em sua classe.

    Embora os caças furtivos, como o B-2 Spirit ou seu sucessor B-21 Raider, que em breve será fabricado, sejam comumente vistos como um avanço liderado pelos EUA no século XXI, parece que o primeiro caça furtivo foi realmente concebido por dois irmãos alemães na Alemanha nazista, segundo o National Interest.

    A ideia de Walter e Reimar Hortens era casar o novo motor turbojato que a Alemanha começara a fabricar nos anos 40 com um design de asa voadora, um avião sem cauda que fosse suficientemente fluido do ponto de vista aerodinâmico para não gerar qualquer resistência.

    B-2 Spirit (imagem referencial)
    © AP Photo / John Antczak
    B-2 Spirit (imagem referencial)

    O design surgiu de seus conhecimentos práticos anteriores, pois Walter, um piloto de caças na Luftwaffe alemã, e Reimar, um designer de aviões sem qualificações aeronáuticas formais, tinham construído uma série de planadores tripulados sem cauda em suas juventudes.

    Os Hortens receberam luz verde para iniciar seu empreendimento em agosto de 1943, por volta da época em que os americanos não conseguiram produzir em massa o bombardeiro Northrop XB-35 devido a certas dificuldades de design, já que a falta de uma cauda tornava o veículo propenso a oscilações e paragens descontrolados.

    O primeiro planador não motorizado dos irmãos Horten, conhecido como H.IX V1, foi montado pouco depois, com asas finas e compridas feitas de contraplacado de madeira para poupar peso, em forma de sino para evitar desvios da rota.

    Esboço do bombardeiro estratégico furtivo B-21 Raider
    Esboço do bombardeiro estratégico furtivo B-21 Raider

    Os aviões foram designados como Ho 229 ou Go 229 e deviam ser usados como planadores militares. Contudo, devido a suas capacidades de alcançar uma velocidade vertiginosa de cerca de 975 quilômetros por hora, foram reconstruídos para servirem de caças, com dois canhões pesados Mark 103 de trinta milímetros. A velocidade era verdadeiramente excepcional, sendo superior à velocidade máxima dos melhores caças dos aliados da época em pelo menos 33%.

    Projetos em tempo de guerra correram mal

    O plano, no entanto, nunca foi realizado, pois quando as tropas americanas do VIII Corpo, em abril de 1945, chegaram à fábrica em Friedrichroda, Alemanha, encontraram apenas as partes da carlinga dos protótipos do jato em vários estágios de construção.

    O mais completo, o protótipo V3, foi enviado para os Estados Unidos para estudo junto com as asas, e hoje pode ser visto no Centro Udvar-Hazy do Museu Aéreo e Espacial dos Estados Unidos em Chantilly, Virgínia.

    Capaz de enganar as ondas de radar?

    Embora nunca tenha sido explicitamente destinado a ser um jato furtivo, os Hortens teriam visto o projeto do Ho-229 como aquele que se prestava a uma redução do RCS (grau de deteção de um objeto por radar), ideal para um veículo furtivo.

    Reimar Horten, que passou os anos do pós-guerra na Argentina, escreveu um artigo em 1950 para a Revista Nacional de Aeronáutica, argumentando que aviões de madeira absorveriam as ondas de radar.

    Trinta anos mais tarde, à medida que a teoria por trás das aeronaves furtivas se tornou mais conhecida, Reimar escreveu que na verdade ele tinha a intenção de transformar a asa voadora de Horten em um avião furtivo, alegando que até tinha construído a estrutura da aeronave usando uma mistura especial de carbono, serragem e cola de madeira absorvente de radar, sem que seus chefes soubessem disso.

    Um dos dois testes realizados para determinar se o pó de carbono tinha realmente sido usado, provou sua alegação, enquanto o outro não, aumentando o ceticismo geral sobre se o objetivo do projeto dos irmãos alemães era mesmo construir um avião furtivo.

    Mais:

    Caças F-35 enfrentaram Patriot passando por S-400 russos durante exercícios aéreos em Israel (VÍDEO)
    Marinha dos EUA estaria usando 'desmanche' em seus caças para suprir falta de peças de reposição
    Asteroide gigante passará perto da Terra 25 vezes mais rápido que os caças
    Tags:
    caça, Segunda Guerra Mundial, nazistas, Alemanha, EUA
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar