21:34 22 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 190
    Nos siga no

    Arqueólogos chineses encontraram em um antigo túmulo na cidade de Yuncheng, no norte da China, pequenas quantidades de vinho de frutas da dinastia Zhou, de 1046 a.C. a 256 a.C.

    Cao Jun, diretor da equipe arqueológica responsável pela descoberta, afirmou que entre oito caldeiras de bronze, que foram desenterradas no ano passado do túmulo de Beibai'e, foi encontrado um líquido transparente em duas caldeiras seladas, escreve portal China.org.

    Após analisar amostras do líquido e solo no fundo de algumas caldeiras, pesquisadores encontraram compostos orgânicos voláteis e vários ácidos orgânicos relacionados a vinho.

    Posteriormente, veio a confirmação de que o líquido corresponde a vestígios de vinho de frutas, afirmou Li Jingpu, membro da equipe de pesquisa da Universidade da Academia de Ciências da China.

    Arqueólogos apontam ser a primeira vez que vinho de frutas do período anterior à dinastia Qin, que governou a China entre 221 a.C. e 206 a.C., foi descoberto no país.

    A escavação no sítio arqueológico do túmulo de Beibai'e foi realizada entre abril e dezembro de 2020, resultando na descoberta de mais de 500 artefatos, incluindo objetos de cobre, jade, pedra, laca e ouro da dinastia Zhou.

    Mais:

    Igrejas com inscrições religiosas e assentamentos cristãos do século V descobertos no Egito (FOTOS)
    Desenterrada estatueta de touro em bronze de mais de 2,5 mil anos da antiga Olímpia grega (FOTOS)
    Máscara de ouro e mais 500 artefatos são descobertos em fossos de sacrifício na China (FOTOS, VÍDEO)
    Tags:
    vinho, arqueólogos, artefato, arqueologia, China, civilizações antigas
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar