16:20 16 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    0 60
    Nos siga no

    Arqueólogos chineses anunciaram no sábado (20) descobertas inéditas no famoso sítio arqueológico de Sanxingdui, no sudoeste do país, que podem ajudar a lançar luz sobre a origem da civilização chinesa.

    Pesquisadores encontraram em Sanxingdui, na província de Sichuan, seis novos fossos de sacrifício, descobrindo mais de 500 artefatos que datam de cerca de há 3.000 anos, anunciou a Administração do Patrimônio Cultural Nacional, avança portal Xinhua. 

    Os novos locais foram descobertos ao lado de dois outros fossos de sacrifício encontrados em 1986. Eles têm forma retangular, com áreas que variam entre 3,5 metros quadrados e 19 metros quadrados. Juntos, eles formam uma área onde as pessoas da antiga civilização Shu ofereciam sacrifícios.

    ​Novas descobertas no lendário sítio das Ruínas de Sanxingdui, em Sichuan, mostram os mais recentes progressos da China no desenvolvimento arqueológico. Eles fazem parte da Cultura Sanxingdui, que remonta a 4.100-3.200 anos atrás.

    Atualmente a equipe de arqueólogos achou em quatro fossos vários objetos culturais importantes, incluindo partes de máscaras de ouro, folhas de ouro, máscaras de bronze e uma grande quantidade de objetos de marfim.

    ​Máscaras de ouro, folhas de ouro, árvores de bronze, marfim, arroz carbonizado e sementes de árvores... Arqueólogos chineses encontraram seis novos fossos de sacrifício e desenterraram mais de 500 objetos nas Ruínas de Sanxingdui, no sudoeste da China, que datam de há cerca de 3.000 anos.

    Além do mais, foram escavadas esculturas de marfim, restos de arroz carbonizado e sementes de árvores. Os restantes fossos recém-descobertos estão sendo escavados.

    "Inesperadamente, desenterramos alguns objetos de bronze nunca antes vistos. Por exemplo, alguns itens de bronze, grandes e delicados, têm desenhos de dragões e vacas de aparência bizarra", disse Lei Yu, do Instituto Provincial de Relíquias Culturais e Arqueologia de Sichuan.

    ​Novas descobertas são reveladas nas lendárias Ruínas de Sanxingdui. Mais de 500 artefatos, incluindo máscaras de ouro, bronze, marfim, jade e têxteis foram desenterrados no local. 

    Em outra importante descoberta em Sanxingdui foram achados pela primeira vez restos de seda e outros têxteis, indicando que o "antigo Reino Shu era um dos [locais] importantes de origem da seda na China antiga", disse Tang Fei, chefe da equipe de escavação.

    Mais de 30 instituições estiveram envolvidas nas recentes escavações, com o uso de modernas tecnologias e integração de técnicas de escavação e preservação.

    Mais:

    Espada da Idade do Bronze nórdica de 3 mil anos é encontrada na Dinamarca (FOTOS)
    Restos cranianos e dentais encontrados no México revelam vida de embaixador maia (FOTOS)
    Desenterrada estatueta de touro em bronze de mais de 2,5 mil anos da antiga Olímpia grega (FOTOS)
    Tags:
    arqueologia, sítio arqueológico, artefatos, civilizações antigas, China, escavação
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar