07:50 30 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ciência e tecnologia
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)
    3148
    Nos siga no

    Óleo natural feito a partir do fígado dos tubarões é um componente-chave entre os ingredientes utilizados por vários candidatos a vacina contra a COVID-19.

    A Shark Allies, uma organização de defesa aos tubarões, da Califórnia, EUA, alertou para a possibilidade de um elevado número de mortes de tubarões na produção da vacina para deter o avanço do novo coronavírus, uma vez que o fígado desses animais tem um ingrediente essencial, reporta o tabloide Daily Mail.

    Homem infectado com a COVID-19 recebe potencial vacina nos EUA
    © AP Photo / Ted S. Warren
    Homem infectado com a COVID-19 recebe potencial vacina nos EUA

    O esqualeno é um óleo natural produzido no fígado dos tubarões e é considerado um elemento que aumenta a eficiência da vacina, criando uma resposta imunológica mais forte. Esse ingrediente está sendo usado por candidatos à vacina contra o SARS-CoV-2.

    A organização norte-americana estima que para toda a população receber uma dose de vacina contendo esqualeno, 250 mil tubarões precisam ser mortos. Se forem necessárias duas doses, o número dobra para 500 mil. Eles ressaltam, todavia, que é possível usar uma versão sintética da substância, feita com cana-de-açúcar fermentada.

    "Colher algo de um animal selvagem nunca será sustentável, especialmente se for um predador de topo que não se reproduz em grandes números", alerta Stefanie Brendl, fundadora e diretora-executiva da Shark Allies.

    Risco de extinção

    De acordo com a Organização Mundial da Saúde, existem 40 vacinas em desenvolvimento para combater a COVID-19 em avaliação clínica e 142 vacinas em avaliação pré-clínica.

    A organização dos EUA afirma que, dessas vacinas, 17 usam adjuvantes, e cinco desses adjuvantes são baseados em esqualeno de tubarão.

    De acordo com estimativas feitas por conservacionistas, cerca de três milhões de tubarões são mortos todos os anos devido ao esqualeno, que também é usado em cosméticos e óleo de máquina. São necessários cerca de três mil tubarões para extrair uma tonelada de esqualeno.

    Muitas espécies de tubarão estão em risco de extinção, dados de 2018 apontavam que há apenas 3.500 tubarões-brancos restantes na natureza.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)

    Mais:

    Tubarão-branco abocanha motor de barco deixando pessoas aos gritos na Austrália (VÍDEO)
    Tubarão de 3 metros luta por 2 horas com pescador no Reino Unido
    Tubarão é flagrado mostrando seus dentes afiados em VÍDEO assustador
    Grávida pula na água para salvar o marido, mordido por tubarão
    Tags:
    novo coronavírus, COVID-19, tubarões, tubarão
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar