05:51 25 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)
    0 30
    Nos siga no

    Zheng Zhongwei, autoridade da Comissão Nacional de Saúde da China, disse nesta sexta-feira (25) que a Organização Mundial da Saúde (OMS) apoia e compreende que o país inicie a administração de vacinas experimentais contra a COVID-19 enquanto os testes clínicos ainda estão em andamento.

    Zheng deu a declaração durante uma coletiva de imprensa.

    "No final de junho, o Conselho de Estado da China aprovou o plano de um programa de uso emergencial de vacina contra o coronavírus", disse Zheng, citado pela agência Reuters.

    "Após a aprovação, em 29 de junho, fizemos contato com os representantes relevantes do escritório da OMS na China e obtivemos apoio e compreensão da OMS", completou.

    A China já aplicou a vacina em formato de testes em centenas de milhares de pessoas que trabalham na linha de frente do combate ao novo coronavírus e outros grupos que são considerados de alto risco de infecção.

    A segurança da vacina e eficácia ainda não foram comprovadas já que os testes clínicos de estágio avançado estão incompletos.

    A cientista-chefe da OMS, Soumya Swaminathan, afirmou neste mês que, como uma "solução temporária", reguladoras nacionais podem aprovar o uso de produtos médicos em suas próprias jurisdições devido a situação atual de emergência da pandemia.

    Tema:
    Coronavírus no mundo no fim de setembro (49)

    Mais:

    Estudo confirma eficácia da vacina chinesa Coronavac na fase 2 dos testes
    Eficiência da vacina CoronaVac em idosos é de 98%, diz João Doria
    Doria: São Paulo receberá 5 milhões de doses de CoronaVac em outubro
    Maduro elogia multilateralismo e exalta Rússia, China e Cuba por busca por vacinas para COVID-19
    Tags:
    imunização, imunizante, pandemia, novo coronavírus, vacina, China, Pequim, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar