14:07 22 Fevereiro 2020
Ouvir Rádio
    Charges

    Pagando dívidas à argentina

    Charges
    URL curta
    4265
    Nos siga no

    Vice-presidente argentina Cristina Kirchner declarou que a Argentina não pagaria ao Fundo Monetário Internacional "nem meio centavo" da dívida nacional até sair da recessão.

    Pagando dívidas à argentina

    "Creio que a primeira coisa que temos que fazer para poder pagar é sair da recessão", declarou a vice-presidente na apresentação de seu livro "Sinceramente" em Havana.

    Novo governo da Argentina enfrentou uma escolha difícil: continuar pagando sua grande dívida externa, tirando dinheiros de sua economia em crise, ou alocar esse dinheiro para desenvolvimento argentino, violando, assim, suas obrigações perante FMI.

    Em novembro, quando o país já tinha recebido US$ 44 bilhões dos US$ 56 bilhões (R$ 191 bilhões e 244 bilhões) de ajuda financeira, o presidente Alberto Fernández prometeu recusar os restantes US$ 12 bilhões (R$ 52 bilhões).

    Mais:

    Guilhotina de impeachment não deu certo
    Quando a corrida não resulta em nada
    Dando aulas de defesa antiaérea
    Tags:
    Alberto Fernández, Cristina Kirchner, FMI, Argentina
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar

    Mais charges

    • Dando aulas de defesa antiaérea
      Last update: 10:34 07.02.2020
      10:34 07.02.2020

      Dando aulas de defesa antiaérea

      A Defesa russa acusou Israel de utilizar novamente aeronaves civis para se defender, após seus ataques, das ações de resposta dos sistemas de defesa antiaérea da Síria.

    • Guilhotina de impeachment não deu certo
      Last update: 10:47 06.02.2020
      10:47 06.02.2020

      Guilhotina de impeachment não deu certo

      Senado absolveu Donald Trump em julgamento de impeachment, o que faz com que ele permaneça no poder.

    • Quando a corrida não resulta em nada
      Last update: 12:38 31.01.2020
      12:38 31.01.2020

      Quando a corrida não resulta em nada

      Interpol se recusou a aceitar o pedido do governo boliviano de "alerta vermelho" contra o ex-presidente Evo Morales.

    • 'Direito internacional' à americana
      Last update: 11:05 21.01.2020
      11:05 21.01.2020

      'Direito internacional' à americana

      EUA estão trabalhando na mudança de poder na Venezuela, declarou Mike Pompeo.