12:45 11 Maio 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)
    8226
    Nos siga no

    Após as duras críticas proferidas pelo presidente Jair Bolsonaro ao ministro Luís Roberto Barroso, o Supremo Tribunal Federal (STF) emitiu hoje (9) uma nota afirmando que os magistrados tomam suas decisões com base na Constituição.

    Em conversa com seus apoiadores na manhã desta sexta-feira (9), o presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, afirmou que falta "coragem" e sobra "militância política" ao ministro Barroso, ao comentar a decisão do magistrado de determinar, de maneira monocrática, a instalação de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) no Senado Federal sobre a atuação do governo federal na pandemia de COVID-19.

    Na nota publicada no início desta tarde, o Supremo Tribunal Federal rebateu o presidente ao assinalar que "os ministros que compõem a Corte tomam decisões conforme a Constituição e as leis, e que, dentro do Estado Democrático de Direito, questionamentos a elas devem ser feitos nas vias recursais próprias, contribuindo para que o espírito republicano prevaleça em nosso país".

    Ontem (8), o ministro Luís Roberto Barroso concedeu uma decisão liminar determinando a instalação da CPI com base em um mandado de segurança apresentado pelos senadores Jorge Kajuru (Cidadania-GO) e Alessandro Vieira (Cidadania-SE).

    Pouco tempo depois, o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), reafirmou que não era favorável à instalação da comissão, mas que cumpriria a decisão porque tem "responsabilidade institucional e cívica".

    Agora, a decisão de Barroso será apreciada pelos demais ministros no plenário do STF em 16 de abril, de forma virtual.

    Tema:
    COVID-19 no Brasil no início de abril de 2021 (87)

    Mais:

    Marco Aurélio Mello anuncia aposentadoria do STF para o dia 5 de julho
    Advogados de Lula pedem que STF declare suspeição de Moro em outras 2 ações
    STF decide que estados e municípios podem proibir cultos e missas durante a pandemia da COVID-19
    Tags:
    Senado Federal, CPI, COVID-19, Jair Bolsonaro, Supremo Tribunal Federal (STF), Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar