09:26 13 Abril 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 36
    Nos siga no

    O presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Luiz Fux, anunciou nesta quinta-feira (25) que marcou o julgamento dos recursos contra a decisão do ministro Edson Fachin que anulou as condenações do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva para o dia 14 de abril.

    As apelações que foram apresentadas pela Procuradoria-Geral da República (PGR) e pela defesa de Lula serão analisadas pelo plenário do Supremo. As informações foram publicadas no portal do STF.

    A PGR tenta reverter a decisão de Fachin e restabelecer as condenações, tornando Lula novamente inelegível.

    Ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, discursa no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP), 10 de março de 2021
    © AP Photo / Andre Penner
    Ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, discursa no Sindicato dos Metalúrgicos, em São Bernardo do Campo (SP), 10 de março de 2021

    Os advogados do petista tentam recorrer da decisão do Fachin que, ao anular as acusações, também encerrou 14 processos no STF que questionavam aspectos da condução das investigações na Justiça Federal do Paraná. A defesa de Lula pede que esses processos continuem em andamento.

    ​Na terça-feira (23), por 3 votos a 2, a Segunda Turma do STF declarou que o ex-juiz federal Sergio Moro agiu com parcialidade ao condenar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no caso do triplex do Guarujá.

    O plenário do STF terá que decidir se a Segunda Turma deveria ter continuado a julgar o processo, já que Fachin já havia declarado o habeas corpus extinto.

    Mais:

    Polícia Civil intima empresário que ameaçou Lula em vídeo com arma de fogo
    Lula pede ajuda a Macron e chama Bolsonaro de 'genocida' em entrevista
    Carta de Biden: efeito Lula pressiona, mas mudança de Bolsonaro não é 'factível', diz especialista
    Lula recorre de decisão que manteve seus bens bloqueados
    Bolsonaristas criam hashtag contra Lula e deixam escapar medo da volta do PT à Presidência do Brasil
    Tags:
    Operação Lava Jato, julgamento, Luiz Fux, Supremo Tribunal Federal (STF), STF, Luiz Inácio Lula da Silva, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar