19:49 26 Setembro 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)
    013
    Nos siga no

    Após o Brasil ter batido recordes do número de mortos pela COVID-19, o Comando da Aeronáutica enviou um boletim para integrantes da Força Aérea Brasileira (FAB) em que afirma que, na realidade, os óbitos estariam caindo.

    Apesar de o Brasil ter batido recordes no número de mortes por COVID-19, chegando a contabilizar 2.349 óbitos em 24 horas, a FAB entende que a situação está sob controle.

    Segundo informações do jornal O Globo, a FAB cita documentos da OPAS/OMS (Organização Panamericana de Saúde) para afirmar aos integrantes da Força Aérea do Brasil que o país "mostra estabilização".

    Em seguida, o documento relata que "as curvas de diagnósticos e óbitos registram diminuição, demonstrando a saída do platô para situação de queda".

    O comunicado, publicado nesta quarta-feira (11) e que integra o Plano de Contingência do Comando da Aeronáutica para a COVID-19, informa que "diversos planos de retomada da normalidade e medidas de flexibilização estão sendo adotados nas diversas regiões do país".

    Vale lembrar que o Brasil vive o pior momento desde que a pandemia do coronavírus começou, com 19 estados e o Distrito Federal com ocupação de UTIs igual ou superior a 80%. Várias cidades também apresentam uma rede de saúde pública em colapso.

    O documento, no entanto, vai além e atesta que "a situação atual se mostra favorável para o restabelecimento de atividades cotidianas".

    Alguns integrantes da FAB que receberam o boletim na manhã de ontem se mostraram indignados com o conteúdo do documento, que não reflete a situação atual do Brasil.

    Posteriormente, a FAB informou que o Plano de Contingência do Comando da Aeronáutica "foi divulgado equivocadamente, com informações desatualizadas e será republicado em breve com as correções pertinentes".

    Presidente Jair Bolsonaro participa de inauguração da nova estação radar da Força Aérea Brasileira (FAB), em Corumbá, no Mato Grosso do Sul.
    Anderson Soares / FAB
    Presidente Jair Bolsonaro participa de inauguração da nova estação radar da Força Aérea Brasileira (FAB), em Corumbá, no Mato Grosso do Sul.

    Tema:
    Situação com coronavírus no Brasil em meados de março de 2021 (116)

    Mais:

    Desrespeito e novas variantes contribuem para aumento de casos de COVID-19 no Brasil, aponta médico
    COVID-19: Conmebol suspende jogos do Brasil contra Argentina e Colômbia pelas eliminatórias
    Mais um recorde: 2.349 pessoas morreram pela COVID-19 no Brasil nas últimas 24 horas
    Tags:
    Força Aérea, Brasil, Exército, COVID-19, pandemia, novo coronavírus
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar