07:10 08 Março 2021
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    449
    Nos siga no

    O ex-ministro tem criticado a mudança de rumo das forças-tarefas e já vê a possibilidade de que condenações anteriores da Lava-Jato sejam revertidas. Atualmente, o ex-juiz é sócio-diretor da consultoria norte-americana Alvarez & Marsal.

    O ex-ministro da Justiça e Segurança Pública Sergio Moro disse a pessoas próximas que está "impressionado" com a ausência de operações e investigações de combate à corrupção, de acordo com a coluna de Bela Megale, do jornal O Globo.

    O ex-juiz, atualmente sócio-diretor da consultoria norte-americana Alvarez & Marsal, tem criticado a mudança dos modelos das forças-tarefas e já admite que tem receio que ocorra um "efeito cascata" com condenações anteriores da Lava Jato.

    O então juiz federal Sergio Moro e o procurador federal e então coordenador da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, participam, em 2017, do Fórum Mãos Limpas & Lava Jato
    © Folhapress / Jorge Araújo
    O então juiz federal Sergio Moro e o procurador federal e então coordenador da Lava Jato no MPF, Deltan Dallagnol, participam, em 2017, do Fórum Mãos Limpas & Lava Jato

    Neste semestre, o Supremo Tribunal Federal (STF) deve julgar a suspeição de Moro no caso do triplex do Guarujá, que envolveu o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

    Em 2019, um grupo de hackers conseguiu ter acesso a conversas trocadas entre Moro e procuradores da Lava Jato pelo aplicativo Telegram. Nas mensagens vazadas, eles tratavam de detalhes e andamentos da operação.

    Ainda conforme a coluna, Moro evita falar sobre possíveis planos políticos, mas afirma que é rejeitado por uma parcela da classe política. "Parte considerável dos políticos de Brasília me odeia", disse ele a um interlocutor, de acordo com a publicação.

    Mais:

    Brasil nunca teve 'interferência política tão extrema' na saúde pública, afirma diretor do Butantan
    Ministro do STJ vai propor saída jurídica que beneficia Flávio Bolsonaro, diz jornal
    Brasil deve se preparar para sanções e embargos com justificativa ambiental, alerta especialista
    Tags:
    triplex, STF, juiz, Ministério da Justiça e Segurança Pública, política, Luiz Inácio Lula da Silva, Lava Jato, Sergio Moro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar