04:15 20 Outubro 2020
Ouvir Rádio
    Brasil
    URL curta
    0 07
    Nos siga no

    Os incêndios no Pantanal atingiram áreas que já tinham sido queimadas neste ano e mobilizaram equipes de bombeiros e voluntários.

    Os incêndios avançam na Serra do Amolar, uma das regiões mais preservadas do Pantanal de Mato Grosso do Sul, informou o portal G1 neste sábado (3).

    Helicópteros do Ibama atuam no combate ao fogo. Esta é a segunda vez que os incêndios atingem a Serra do Amolar neste ano, nas proximidades de Corumbá, município do país que tem o maior número de focos de incêndio, segundo o Inpe: 6.771 de janeiro até agora.

    Segundo o portal, as equipes de bombeiros atuam 24 horas. O intenso calor e período de seca dificultam o trabalho. O fogo também está se espalhando pelo Cerrado e voltou a destruir plantações no município de Três Lagoas (MS), quase na divisa com o estado de São Paulo.

    Neste sábado (3), o ministro do Meio Ambiente Ricardo Salles visitou o Pantanal de Mato Grosso do Sul, sobrevoou áreas queimadas e se reuniu com produtores rurais.

    "Estamos vivenciando uma questão de clima, então talvez segundo me confirmou o governador, o ano mais quente dos últimos 60 anos. Então isso reduz a capacidade de resposta de ambos os estados do ponto de vista de água e de umidade. O governo federal tem liberado recursos sem precedentes, em todas as oportunidades em que foi necessário, seja o do COVID-19 ou agora com relação às queimadas do Pantanal também. O que for necessário dentro da capacidade de ação do governo federal será feito", disse Salles.

    Mais:

    Incêndios já destruíram 3,461 milhões de hectares do Pantanal
    Pantanal registra pior ano em número de queimadas desde 1998, diz INPE
    Tags:
    Pantanal, incêndios florestais, incêndios, Brasil
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar