21:17 25 Outubro 2021
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    COVID-19 no mundo no final de março de 2021 (98)
    2692
    Nos siga no

    O presidente da China, Xi Jinping, fez um discurso em vídeo aos colombianos após o terceiro lote de vacinas chinesas contra a COVID-19 ter chegado a Bogotá.

    A política diplomática da China de fornecer vacinas para os países da América Latina continua. Neste sábado (20), o presidente da Colômbia, Iván Duque, postou em uma rede social o discurso do presidente da China, agradecendo, em seguida, o aporte da vacinas enviadas ao país.

    Nosso agradecimento ao presidente da República Popular da China, Xi Jinping, por sua mensagem à Colômbia. Esperamos que as relações entre os dois países continuem se consolidando. A China é hoje nosso segundo parceiro comercial e queremos continuar abrindo portas nessa grande nação.

    O presidente chinês destacou em sua mensagem que as relações China-Colômbia alcançaram um desenvolvimento histórico. Ele ressaltou o fato de diversas empresas chinesas participarem ativamente do desenvolvimento da Colômbia em vários campos.

    "Os intercâmbios culturais e pessoais entre os dois lados estão florescendo, e a amizade China-Colômbia está profundamente enraizada nos corações dos dois povos", disse Xi Jinping.

    Segundo publicação do Global Times, o presidente da China afirmou esperar que os governos e povos dos dois países façam esforços conjuntos para fortalecer a cooperação amistosa em vários campos, incluindo a luta contra a COVID-19.

    "Mesmo as montanhas e os mares não podem distanciar as pessoas com aspirações comuns", disse Xi Jinping em seu discurso.

    Iván Duque disse que o desenvolvimento das relações com a China é um amplo consenso entre os diferentes grupos políticos da Colômbia, e o país está pronto para trabalhar com a China para aprofundar continuamente as relações bilaterais.

    Em Sibate, na Colômbia, um profissional de Saúde prepara uma dose da vacina chinesa CoronaVac contra a COVID-19, em 24 de fevereiro de 2021
    © AP Photo / Fernando Vergara
    Em Sibate, na Colômbia, um profissional de Saúde prepara uma dose da vacina chinesa CoronaVac contra a COVID-19, em 24 de fevereiro de 2021

    Tema:
    COVID-19 no mundo no final de março de 2021 (98)

    Mais:

    Zimbábue negocia importação de vacinas contra a COVID-19 com China, Rússia e Índia
    Bielorrússia negocia vacina contra a COVID-19 com a China
    China desmantela rede que vendia vacinas falsas: 'imunizantes' eram apenas água e sal
    China oferecerá 10 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19 ao COVAX
    Tags:
    China, Colômbia, Vacina CoronaVac, vacina, diplomacia, relações comerciais, relações bilaterais, relações econômicas, Iván Duque, COVID-19
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar