09:20 10 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Ásia e Oceania
    URL curta
    61013
    Nos siga no

    Enquanto a Marinha dos EUA continua conduzindo missões com porta-aviões no mar do Sul da China, a Força Aérea do país enviou na sexta-feira (17) dois bombardeiros para a ilha de Guam, no Pacífico.

    As operações foram descritas como de rotina, porém elas se seguiram ao anúncio emitido na segunda-feira (13) pelo Departamento de Estado dos EUA.

    O departamento assumiu explicitamente a decisão de 2016 de um tribunal internacional que rejeitou as reivindicações quanto à soberania de Pequim sobre certos recifes e ilhas no mar do Sul da China, escreve o portal Stars & Stripes.

    A Força Aérea informou em comunicado que dois bombardeiros estratégicos B-1B Lancer vão realizar operações conjuntas a partir da Base Aérea de Andersen, na ilha de Guam.

    As aeronaves vão treinar com aliados, nações parceiras e outros serviços dos EUA. O destacamento prestará apoio "a missões de dissuasão estratégica para reforçar a ordem internacional baseada em regras na região", lê-se no comunicado.

    Segundo a declaração, cerca de 170 militares da Força Aérea foram transferidos da base de Ellsworth para Guam em apoio à missão dos bombardeiros.

    Entretanto, mais de 12.000 efetivos da Marinha e fuzileiros navais a bordo dos grupos de ataque dos porta-aviões USS Nimitz e USS Ronald Reagan continuam o treinamento no mar do Sul da China, conduzindo operações na região desde início de julho.

    Os B-1B foram originalmente projetados como bombardeiros estratégicos pesados com o objetivo de efetuar ataques nucleares em território soviético. Agora, o bombardeiro poderia ganhar uma nova vida ao ser equipado com mísseis hipersônicos AGM-183A.

    Mais:

    Aviação naval dos EUA conduz exercício de 24h de 2 porta-aviões no mar do Sul da China (FOTOS)
    Pequim reage à fala de Pompeo e pede que os EUA não se intrometam no mar do Sul da China
    Escalada de tensão: navios dos EUA voltam a realizar treinos militares no mar do Sul da China
    Tags:
    USS Nimitz, USS Ronald Reagan, porta-aviões, Mar do Sul da China, base aérea, B-1B, bombardeiro estratégico
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar