19:49 24 Junho 2021
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    4852
    Nos siga no

    Esta não é a primeira vez que o governo Trump toma medidas contra as missões diplomáticas russas nos EUA. Em 2017, Washington decidiu fechar o Consulado Geral da Rússia em São Francisco em resposta à expulsão de diplomatas norte-americanos de Moscou.

    Os EUA cortaram na segunda-feira (18) as linhas telefônicas do Consulado Geral da Rússia em Nova York, deixando-o sem conexão por mais de um dia, afirmou um representante da missão diplomática por meio da conta oficial do consulado no Twitter.

    "Prezados visitantes! Desde 18 de janeiro, o lado norte-americano desconectou completamente todas as linhas telefônicas municipais do Consulado Geral russo em Nova York, e periodicamente há interrupções de acesso à Internet", lê-se no comunicado no Twitter.

    Uma fonte da missão russa em Nova York disse que as autoridades dos EUA estão citando questões técnicas como o motivo do corte. Segundo a fonte, no entanto, "é inédito" um atraso de dois dias na retomada dos serviços telefônicos. A missão diplomática na cidade tem várias linhas telefônicas conectadas e todas deixaram de funcionar ao mesmo tempo, acrescenta.

    A missão diplomática pediu às pessoas que utilizassem o seu endereço de e-mail para enviar quaisquer questões que possam ter, referindo-se à sua atual incapacidade de receber chamadas telefônicas.

    Mais:

    Rússia expressa preocupação com ações discriminatórias das redes sociais dos EUA
    Turquia não pedirá permissão aos EUA para comprar mais S-400 da Rússia, diz Erdogan
    Tratado dos Céus Abertos 'não tem utilidade real' sem Rússia e EUA, dizem especialistas dos EUA
    Especialista explica como 'eliminar' porta-aviões dos EUA em um conflito perto da fronteira russa
    Tags:
    Consulado Geral da Rússia, São Francisco, Nova York, EUA, Rússia, Moscou
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar