21:17 03 Dezembro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    2313
    Nos siga no

    As negociações sobre a venda do aplicativo chinês TikTok estão em andamento, disse a secretário de imprensa da Casa Branca, Kayleigh McEnany, nesta segunda-feira (31).

    O aplicativo pode, inclusive, ter escolhido o comprador de suas atividades nos Estados Unidos, Nova Zelândia e Austrália. De acordo com o canal de televisão CNBC, o comprador pode ser anunciado na terça-feira (1º), embora um porta-voz do TikTok tenha negado os rumores em entrevista. 

    "As negociações estão em andamento para a venda do TikTok", disse McEnany em coletiva de imprensa.

    A representante do governo de Donald Trump repetiu a acusação de que o governo chinês pode usar o TikTok para acessar "quantidades significativas de dados privados sobre os usuários". 

    A gigante da tecnologia Microsoft, em parceria com o Walmart, e a Oracle são os principais candidatos para comprar o aplicativo. A transação ocorre em um ambiente de pressão após Trump assinar um decreto executivo proibindo empresas locais de fazerem negócios com o TikTok e determinar que o aplicativo deve ser vendido a uma empresa estadunidense. A Casa Branca alega que o TikTok pode ser utilizado por Pequim para espionagem. 

    O preço da venda deve ficar na faixa de US$ 20 bilhões a US$ 30 bilhões, cerca de R$ 110 bilhões a R$ 165 bilhões na cotação desta segunda-feira (31). 

    Mais:

    Tiktok entrará com ação legal contra Trump por veto ao aplicativo nos EUA
    Presidente-executivo do TikTok anuncia demissão em meio à pressão dos EUA
    Governo dos EUA não tem preferência por empresa que comprará TikTok, diz Casa Branca
    TikTok escolhe licitante para venda de seu negócio nos EUA, diz mídia
    Tags:
    pressão, Casa Branca, Estados Unidos, China, aplicativo
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar