06:10 09 Agosto 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    10102
    Nos siga no

    O presidente venezuelano Nicolás Maduro classificou como falsas as acusações de tráfico de drogas que a administração Trump fez contra ele e outros funcionários do seu governo.

    O líder venezuelano declarou em sua conta no Twitter que ação do governo dos Estados Unidos é extremista.

    ​O governo americano, em uma ação exagerada, extremista e grosseira, fez um conjunto de acusações falsas, colocando um preço na cabeça dos revolucionários que estão dispostos a combatê-los em todos as áreas e a continuar a derrotá-los. Moral Máxima Aqui!

    Na quinta-feira (26), o chefe do Departamento de Justiça dos EUA, William Barr, lançou acusações contra Maduro e vários altos funcionários venezuelanos, alegando que eles estavam envolvidos no tráfico de drogas. As autoridades americanas anunciaram uma recompensa de US$ 15 milhões (R$ 75 milhões) por Maduro e US$ 10 milhões (R$ 50 milhões) pelo resto dos venezuelanos indicados na acusação.

    A administração Trump está acusando Maduro de quatro crimes: conspiração com um cartel de drogas, conspiração para contrabandear cocaína para os EUA, posse de armas e explosivos, e conspiração para usar tais armas.

    Presidente dos EUA, Donald Trump, durante a coletiva de imprensa diária realizada na Casa Branca sobre assuntos relacionados ao coronavírus, em Washington, EUA, em 9 de março de 2020
    © REUTERS / Jonathan Ersnt
    Presidente dos EUA, Donald Trump, durante a coletiva de imprensa diária realizada na Casa Branca sobre assuntos relacionados ao coronavírus, em Washington, EUA, em 9 de março de 2020

    O ministro venezuelano das Relações Exteriores, Jorge Arreaza, chamou as acusações de tráfico de drogas e de terrorismo contra os líderes do país de "nova forma de golpe de Estado" e relacionou as acusações com a situação interna nos próprios EUA.

    Mais:

    EUA acusam Maduro por 'narcoterrorismo' e oferecem recompensa de US$ 15 milhões
    EUA impõem novas sanções relativas ao setor petrolífero venezuelano
    EUA usam sanções como arma em meio à pandemia do coronavírus, afirma chanceler da Venezuela
    Tags:
    acusações, narcotráfico, EUA, Venezuela, Nicolás Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar na SputnikComentar no Facebook
    • Comentar