09:48 23 Janeiro 2020
Ouvir Rádio
    Américas
    URL curta
    456
    Nos siga no

    A editora-chefe do canal RT e da Sputnik, Margarita Simonyan, convidou Evo Morales a integrar a equipe da emissora, após este renunciar ao cargo de presidente da Bolívia, neste domingo (10).

    A editora-chefe da emissora RT fez o convite através de seu canal no aplicativo de mensagens Telegram.

    "Ofereço a Morales o trabalho fascinante de âncora na emissora RT em espanhol. [O ex-presidente do Equador, Rafael] Correa já há dois anos tem o seu próprio show e vive sem problemas. É que lá não se sabe o que o destino pode lhe reservar".

    O ex-presidente do Equador, Rafael Correa, tem um programa de entrevistas no canal RT em espanhol, chamado Conversando con Correa (Conversando com Correa).

    O ex-presidente, que vive na Europa por alegar sofrer perseguição política por parte do atual governo do Equador, já entrevistou líderes políticos como o ex-presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva e a vice-presidenta eleita da Argentina, Cristina Kirchner.

    Cristina Kirchner conversa com Rafael Correa na RT
    © Foto / Reprodução / RT
    Cristina Kirchner conversa com Rafael Correa na RT

    No domingo (10), Evo Morales, renunciou ao cargo de presidente da Bolívia após perder o apoio das Forças Armadas de seu país.

    A renúncia se deu no contexto de crise política, desencadeada após a oposição não reconhecer o resultado das eleições presidenciais de outubro deste ano.

    Mais:

    Lula, Maduro, e Fernández denunciam 'golpe de Estado' na Bolívia; México oferece asilo
    Em meio à crise na Bolívia, manifestantes invadem embaixada da Venezuela (VÍDEO)
    Exército leal: por que cenário de renúncia presidencial na Bolívia não ocorreu na Venezuela?
    Tags:
    Rafael Correa, Evo Morales, Margarita Simonyan, Sputnik, RT
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar