15:13 20 Novembro 2019
Ouvir Rádio
    Reflexo de soldados em vidraça enquanto manifestantes passam em frente durante protestos no Chile em 21 de outubro de 2019.

    Chile terá novo toque de recolher em mais um dia de protestos

    © AP Photo / Luis Hidalgo
    Américas
    URL curta
    315
    Nos siga no

    Um toque de recolher foi imposto em Santiago e outras cidades no Chile na noite desta quarta-feira, em função dos protestos pelo país.

    Os protestos no Chile continuam, apesar das medidas sociais anunciadas pelo presidente do país, Sebastián Piñera, na terça-feira. O número de mortos durante as manifestações já chegou a 18, segundo os dados divulgados pelo governo chileno.

    Os jornais chilenos El Mercurio e La Tercera, citados pelo Globo, destacam que a maioria das manifestações ocorre de maneira pacífica, com panelaços e presença de artistas de rua.

    No entanto, confrontos entre manifestantes e forças de segurança também estão ocorrendo, com ativistas erguendo barricadas e atirando pedras, em resposta aos jatos d'água e bombas de efeito moral da polícia.

    De acordo com governo chileno, 979 pessoas estão detidas por violência, e 592 outras por não respeitar o toque de recolher.

    Muitos serviços seguem paralisados no Chile, ou operam em horário reduzido. A maioria dos shoppings do país permaneceu fechada nesta quarta-feira, assim como muitos supermercados.

    Em Santiago, o metrô funciona parcialmente. Algumas estações, porém, permanecem fechadas.

    Tags:
    protestos, toque de recolher, Santiago, Chile
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar