15:31 21 Outubro 2019
Ouvir Rádio
    Militares venezuelanos (foto de arquivo)

    Maduro qualifica exercícios militares na fronteira com Colômbia de 'muito bem-sucedidos'

    © REUTERS / Marco Bello TPX
    Américas
    URL curta
    19334
    Nos siga no

    O presidente venezuelano Nicolás Maduro afirmou durante entrevista que seus exercícios militares na fronteira com a Colômbia tiveram muito sucesso.

    "A fim de assegurar a soberania nacional, a fim de garantir a segurança nos 2.219 quilômetros", disse Maduro em entrevista ao canal de televisão Rossiya 24, respondendo a uma pergunta sobre a finalidade das manobras.

    De acordo com Maduro, do lado da Colômbia esse trecho da fronteira "está nas mãos de grupos armados, grupos militarizados e traficantes de drogas há anos".

    "Na Colômbia houve uma guerra que durou 70 anos desde o assassinato de um grande líder popular chamado Jorge Eliécer Gaitán. Este foi o início de um grande conflito histórico que afetou a sociedade como um todo e o início de um conflito armado que se transformou em guerra. Ajudamos a Colômbia a tentar resolver esta situação assinando acordos de paz, mas os acordos de paz foram simplesmente rasgados e destruídos", continuou o líder bolivariano.

    Como resultado, segundo Maduro, "grupos criminosos e violentos de todos os tipos estão operando na fronteira".

    Militares venezuelanos na fronteira com a Colômbia
    © AP Photo / Rodrigo Abd
    Militares venezuelanos na fronteira com a Colômbia

    "Isso coincidiu com as ameaças feitas pelo presidente colombiano Iván Duke de escalar o conflito armado entre Colômbia e Venezuela. Então ordenei exercícios militares, que foram muito bem-sucedidos. A fim de implantar todo o sistema de armamentos, todo o sistema de defesa e, assim, garantir a paz e a segurança do nosso lado da fronteira. O exercício Soberania e Paz foi muito bem-sucedido", acrescentou Maduro.

    Preparação para guerra?

    O líder venezuelano também respondeu à pergunta se o país está pronto para a guerra.

    "Ninguém no mundo pode dizer que ele está pronto para a guerra. Ninguém. Posso dizer a vocês que estamos prontos para a paz, prontos para o triunfo da paz", complementou.

    O exercício militar na fronteira com a Colômbia começou em 10 de setembro e durará até o dia 28 do mesmo mês.

    As duas nações vizinhas se acusam regularmente de apoiarem milícias antigovernamentais.

    Mais:

    Maduro anuncia implantação de sistema de defesa antiaérea na fronteira com Colômbia
    Maduro garante que Venezuela tem 'equipamentos do mais alto nível' graças à Rússia
    Maduro ordena exercício militar na fronteira com Colômbia diante de 'ameaça de agressão'
    Tags:
    exercícios militares, Nicolas Maduro
    Padrões da comunidadeDiscussão
    Comentar no FacebookComentar na Sputnik
    • Comentar